"Father and Sons" (2014)_1

A organização do 12º Doclisboa – Festival Internacional de Cinema – revelou hoje à noite que “Father and Sons”, de Wang Bing, venceu o Grande Prémio Cidade de Lisboa para Melhor Longa-metragem da Competição Internacional. O documentarista chinês vence o mesmo prémio no DocLisboa pela terceira vez, depois de Depois de “West of the Tracks”, em 2002, e de “Three Sisters”, em 2012. Wang Bing regista em “Father and Sons” uma China moderna sobre um trabalhador numa fábrica que deseja um nível de vida melhor para os seus filhos. “Em 2011, Cai levou os dois filhos para o local de trabalho, uma fábrica em Fuming, onde trabalhava com pedra, e arranjou-lhes uma escola. Desde então, têm vivido numa cabana da fábrica, com uma única cama. Começámos a filmar a vida deles a 2 de Fevereiro de 2014. Na manhã do dia 6, fomos ameaçados pelo patrão e tivemos de parar de filmar.”.

“Volta à Terra”, em que o realizador João Pedro Plácido faz um retrato da população de Uz, região isolada nas montanhas do norte de Portugal, venceu o Prémio Liscont para Melhor longa-metragem e o Prémio Escolas para Melhor Longa-Metragem, da Competição Portuguesa.

 

Competição Internacional

Grande Prémio Cidade de Lisboa para Melhor Longa-Metragem da Competição Internacional

Father and Sons, de Wang Bing (China, França)

Menção Honrosa

Il Segreto, de Cyop & Kaf (Itália)

Prémio Especial Doclisboa do Júri da Competição Internacional

Letters to Max, de Eric Baudelaire (França)

Prémio Pixel Bunker para Melhor Curta-Metragem da Competição Internacional

I Forgot!, de Eduardo Williams (França)

Prémio Culturgest Primeira Obra / Prémio para Melhor Primeira Obra transversal às Competições e Riscos

Songs From The North, de Soon-Mi Yoo (EUA, Coreia do Sul, Portugal)

Prémio Universidades / Prémio Universidade Lusíada para Melhor Longa-Metragem da Competição Internacional

Hit 2 Pass, de Kurt Walker (Canadá)

 

Investigações

Prémio RTP para Melhor Documentário de Investigação

Evaporating Borders, de Iva Radivojevic (EUA, Chipre)

 

Competição Portuguesa

Prémio Liscont para Melhor Longa -Metragem da Competição Portuguesa

Volta à Terra, de João Pedro Plácido (Portugal, Suíça, França)

Prémio SPA para Melhor Curta-Metragem da Competição Portuguesa

Motu Maeva, de Maureen Fazendeiro (França, Portugal)

Prémio Escolas / Prémio IADE para Melhor Longa-Metragem da Competição Portuguesa

Volta à Terra, João Pedro Plácido (Portugal, Suíça, França)

Prémio do Público / Prémio Jornal Público para Melhor Longa-Metragem Portuguesa
Ilusão, de Sofia Marques (Portugal)