"Aferim!" (2015)_1

O filme Aferim!”, a terceira longa-metragem do romeno Radu Jude, venceu o Grande Prémio Cidade de Lisboa, prémio máximo da competição internacional do IndieLisboa 2015 – Festival Internacional de Cinema Independente. “Aferim!”, que venceu ainda o prémio Canais TVCine & Séries, é uma aventura pelos territórios feudais da Roménia do séc. XIX: um terreno pouco visto no novo cinema romeno, mas sempre domado pelo humor forte, a sátira social do presente, e personagens herdeiras das histórias de Gogol.

Na competição nacional, “Os Olhos de André” de António Borges Correia venceu o prémio Melhor Longa Portuguesa, o Prémio Árvore da Vida para Filme Português e o Prémio TAP para Longa Metragem Portuguesa de Ficção.

Os prémios do público couberam a “A Toca do Lobo” de Catarina Mourão (longa-metragem), “In Waking Hours” de Katrien Vanagt e Sarah Vanagt (curta) e “A Lua e o Lobo” de Patrick Delage e Toma Leroux (indiejúnior).

 

Grande Prémio de Longa Metragem “Cidade De Lisboa”

Aferim!, Radu Jude (Roménia, Bulgária, República Checa)

 

Curtas-metragens

Grande Prémio de Curta Metragem Airbnb

End of Summer, Jóhann Jóhansson (Islândia, Dinamarca)

Menção Especial Animação

Of a Forest, Katarzyna Melnyk (Polónia)

Menção Especial Documentário

Shipwreck, Morgan Knibbe (Holanda, Itália)

Menção Especial Ficção

Guy Moquet, Demis Herenger (França)

 

Competição Nacional

Prémio Allianz – Digimaster para Melhor Longa Metragem Portuguesa

Os Olhos de André, António Borges Correia (Portugal)

Prémio Nescafé Dolce Gusto – Pixel Bunker para Melhor Curta Metragem Portuguesa

Fora da Vida, Filipa Reis, João Miller Guerra (Portugal)

Prémio Novo Talento Fnac – Curta Metragem

A Trama e o Círculo, Francisco Queimadela, Mariana Caló (Portugal)

Prémio Restart para Melhor Filme na secção Novíssimos

A Rapariga de Berlim, Bruno de Freitas Leal (Portugal)

 

Prémio Canais TVCine & Séries

Aferim!, Radu Jude (Roménia, Bulgária, República Checa)

Menção Especial TVCine & Séries

Koza, Ivan Ostrochovský (Eslováquia, República Checa)

Prémio FIPRESCI (Silvestre Longas)

Before We Go, Jorge León (Bélgica)

Prémio Format Court (Silvestre Curtas)

The Mad Half Hour, Leonardo Brzezicki (Dinamarca, Argentina)

Prémio Árvore da Vida para Filme Português

Os Olhos de André, António Borges Correia (Portugal)

Menção Especial

Para Lá do Marão, José Manuel Fernandes (Portugal)

 

IndieJúnior

Prémio IndieJúnior Árvore da Vida

Historia de un oso, Gabriel Osorio (Chile)

Prémio Amnistia Internacional

O Medo à Espreita, Marta Pessoa (Portugal)

Menção Especial

Shipwreck, Morgan Knibbe (Holanda, Itália)

 

Prémio TAP para Longa Metragem Portuguesa de Ficção

Os Olhos de André, António Borges Correia (Portugal)

Prémio TAP para Documentário Português de Longa Metragem

Rabo de Peixe – Director’s Cut, Joaquim Pinto, Nuno Leonel (Portugal)

Prémio SIC Universidades: Ming of Harlem

Twenty One Storeys in The Air, Phillip Warnell (Reino Unido, Bélgica, EUA)

Prémio Culturgest Escolas

A Trama e o Círculo, Francisco Queimadela, Mariana Caló (Portugal)

Prémio do Público para Longa Metragem Fox Movies

A Toca Do Lobo, Catarina Mourão (Portugal)

Prémio do Público para Curta Metragem Merrell

In Waking Hours, Katrien Vanagt, Sarah Vanagt (Bélgica)

Prémio do Público IndieJúnior

A Lua e o Lobo, Patrick Delage, Toma Leroux (França)