Cinanima

Cinanima 2015: Vencedores

Terminou à instantes a 39ª edição do CINANIMA – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho. O Grande Prémio CINANIMA 2015 foi para a Estónia, com o filme “O Amo” de Riho Unt, uma animação em stop-motion que conta a história de um cão (Popi) e um macaco (huhuu), que estão à espera que o seu dono volte para casa. Ainda este ano o filme venceu o Prémio do Júri no Festival de Annecy. O Prémio Especial do Júri foi para Sous Tes Doigts” de Marie-Christine Courtès e o Prémio do Público para “Contar Carneirinhos” de Frits Sgandaert. Destaque ainda para o cineasta Sylvain Chomet, que venceu o Prémio Melhor Curta-Metragem (Publicidade e Informação) pela sua animação do genérico dos Simpsons, “Choute Couch Gag”Na competição nacional, o Prémio António Gaio foi entregue à multi premiada curta “Amélia & Duarte” de Alice Guimarães e Mónica SantosSegundo informou a organização do certame, nesta edição “nenhuma longa-metragem cumpriu os requisitos necessários para vencer. Como tal nenhum vencedor foi escolhido.”.

 

Grande Prémio Cinanima 2015

O Amo, de Riho Unt (Estónia)

Prémio Especial do Júri

Sous Tes Doigts, de Marie-Christine Courtès (França)

Prémio do Público

Contar Carneirinhos, de Frits Sgandaert (França)

 

Competição Internacional

Prémio Alves da Costa – Melhor Curta-Metragem (até 5 minutos)

O Sonâmbulo, de Theodore Usher (Canadá)

Prémio Melhor Curta-Metragem (mais de 5 até 24 minutos)

Almoço de Domingo, de Celine Devaux (França)

Menção Honrosa

Dani Les Eaux Profondes, de Sarah van den Boom (França)

Yùl et le Serpent, de Gabriel Harel (França)

Prémio Gaston Roch – Melhor Filme Fim de Escola/Estudos

Edmond, de Nina Gantz (Reino Unido)

Prémio Melhor Curta-Metragem (Publicidade e Informação)

Choute Couch Gag, de Sylvain Chomet (Reino Unido)

 

Competição Nacional

Prémio Jovem Cineasta Português (Maior de 18 anos)

#Lingo, de Vicente Nirõ (Portugal)

Menção Honrosa

Gaiola de Vento, de Marco Costa (Portugal)

Prémio Jovem Cineasta Português (Menos de 18 anos)

A Carrinha Amarela, de Crianças das Oficinas da Anilupa da Associação de Ludotecas do Porto, turma do 2º ano da Escola Básica do Lagarteiro (Portugal)

Menção Honrosa

Os Bravos do Mindelo, de Jovens sob orientação de Jorge Ribeiro e Emanuel Barros

Da Minha Janela, de Coletivo de crianças e jovens de Abrantes, sob orientação de Tânia Duarte e Ícaro (Bichinho da Animação)

Prémio António Gaio

Amélia & Duarte, de Alice Guimarães e Mónica Santos (Portugal)

Menção Honrosa

Macabra, de Jerónimo Rocha, João Miguel Real (Portugal)

 

Sereia Animada

Prémio Divulgação

Saudades, de Shiroi Unabara (Japão)