Prémios Sophia

Prémios Sophia 2016: Nomeados

A Academia Portuguesa de Cinema anunciou hoje, em conferência de imprensa, a lista dos nomeados a 19 categorias dos Prémios Sophia 2016. O filme que obteve mais nomeações foi “Amor Impossível” de António-Pedro Vasconcelos, em dezassete categorias, que inclui Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Atriz, Melhor Ator e Melhor Argumento Original. O realizador António-Pedro Vasconcelos volta a liderar as nomeações aos Prémios Sophia, depois de na edição de 2015 tê-lo conseguido com o filme “Os Gatos não têm vertigens”, que conseguiu catorze nomeações e venceu nove prémios Sophia.

Os filmes “Yvone Kane” de Margarida Cardoso e “Capitão Falcão” de João Leitão são os segundos mais nomeados, com dez categorias cada um. A primeira longa-metragem de João Salaviza, “Montanha”, conseguiu obter oito nomeações, que inclui Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Ator (David Mourato). “As Mil e Uma Noites – Volume 2, O Desolado” de Miguel Gomes consegue apenas três nomeações (Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Guarda-Roupa) e “As Mil e Uma Noites – Volume 1, O Inquieto” apenas uma nomeação, Melhor Ator Principal (Adriano Luz).

Na categoria de Melhor Documentário encontram-se nomeados: “Pára-me de Repente o Pensamento” de Jorge Pelicano, “Volta à Terra” de João Pedro Plácido, “Alto Bairro” de Rui Simões e “Portugal – Um Dia de Cada Vez” de João Canijo e Anabela Moreira.

Os Prémios Sophia de Carreira serão atribuídos este ano a Carmen Dolores (Atriz) e a Fernando Costa (Chefe Electricista, Operador, Director de Fotografia, Produtor, fundador da Cinemate).

A quarta cerimónia da entrega dos Prémios Sophia decorre a 13 de maio, no Centro Cultural de Belém.

Nomeados
Melhor Filme
Amor Impossível, de António-Pedro Vasconcelos, MGN FILMES
Montanha, de João Salaviza, Filmes do Tejo II
Yvone Kane, de Margarida Cardoso, Filmes do Tejo II
As Mil e Uma Noites – Volume 2, O Desolado, de Miguel Gomes, O Som e a Fúria

Melhor Realizador
Margarida Cardoso, por Yvone Kane
António-Pedro Vasconcelos, por Amor Impossível
João Salaviza, por Montanha
Miguel Gomes, por As Mil e Uma Noites – Volume 2, O Desolado

Melhor Atriz Principal
Vitória Guerra, em Amor Impossível
Beatriz Batarda, em Yvone Kane
Isabel Ruth, em Se eu Fosse Ladrão, Roubava
Soraia Chaves, em Amor Impossível

Melhor Ator Principal
José Mata, em Amor Impossível
Gonçalo Waddington, em Capitão Falcão
Adriano Luz, em As Mil e Uma Noites – Volume 1, O Inquieto
David Mourato, em Montanha

Melhor Atriz Secundária
Maria D’Aires, em Amor Impossível
Maria João Pinho, em Montanha
Lia Carvalho, em Amor Impossível
Carla Chambel, em Se eu Fosse Ladrão, Roubava

Melhor Ator Secundário
Carlos Malvarez, em Amor Impossível
José Martins, em Amor Impossível
David Chan Cordeiro, em Capitão Falcão
José Pinto, em Capitão Falcão

Melhor Argumento Original
João Salaviza, por Montanha
Margarida Cardoso, por Yvone Kane
Tiago R. Santos, por Amor Impossível
João Leitão e Nuria Leon Bernardo, por Capitão Falcão

Melhor Fotografia
João Ribeiro, por Yvone Kane
André Szankowski, por Cosmos
Miguel Sales Lopes, por Amor Impossível
Acácio de Almeida, por Se eu Fosse Ladrão, Roubava

Melhor Direção Artística
Ana Vaz, por Yvone Kane
Nuno Tomaz, Mário Melo Costa e João Leitão, por Capitão Falcão
Clara Vinhais, por Amor Impossível
Rui Alves, por O Pátio das Cantigas

Melhor Maquilhagem e Cabelos
Emmanuelle Fèvre e Ramona, por Yvone Kane
Helena Gonçalves, por Capitão Falcão
Susana Correia e Sandra Meleiro, por Amor Impossível
Iris Peleira, por Cosmos

 

Melhor Som
Vasco Pedroso, Branko Neskov e Elsa Ferreira, por Amor Impossível
Hugo Leitão, por Capitão Falcão
Olivier Blanc, por Montanha
Elsa Ferreira e Pedro Ricardo Nunes, por Yvone Kane

Melhor Guarda Roupa
Isabel Quadros, por Capitão Falcão
Nádia Henriques, por Yvone Kane
Silvia Grabowski e Lucha D’Orey, por As Mil e Uma Noites – Volume 2, O Desolado
Mia Lourenço, por Amor Impossível

Melhor Montagem
João Braz, por Yvone Kane
Pedro Ribeiro, por Amor Impossível
Edgar Feldman e João Salaviza, por Montanha
Mário Melo Costa, por Capitão Falcão

Melhor Banda Sonora Original
José M. Afonso, por Amor Impossível
Pedro Marques, por Capitão Falcão
Norberto Lobo, por Montanha
Nuno Malô, por O Pátio das Cantigas

Melhor Documentário em Longa-Metragem
Pára-me de Repente o Pensamento, de Jorge Pelicano
Volta à Terra, de João Pedro Plácido
Alto Bairro, de Rui Simões
Portugal – Um Dia de Cada Vez, de João Canijo e Anabela Moreira

Melhor Documentário em Curta-Metragem
Atopia, de Luís Azevedo e Alexandre Marinho
Fora da Vida, de Filipa Reis e João Miller Guerra
A Torre, de Salomé Lamas
Africa Abençoada, de Aminata Embalo

Melhor Curta-Metragem de Ficção
O Rebocador, de Jorge Cramez
Rampa, de Margarida Lucas
Aula de Condução, de André Santos e Marco Leão
A Glória de Fazer Cinema em Portugal, de Manuel Mozos

Curta-Metragem de Animação
Amélia & Duarte, de Alice Guimarães e Mónica Santos
Nossa Senhora da Apresentação, de Abi Feijó
Vígil, de Rita Cruchinho Neves
O Campo à Beira Mar, de André Ruivo

Prémio Sophia Estudante
Afrodite, de Gonçalo Nobre de Almeida
Ghiocel, de Mara Ungureanu
Terra Mãe, de Ricardo Couto
Palhaços, de Pedro Crispim