Indie Lisboa

IndieLisboa 2016: Vencedores

Terminou ontem a 13ª edição do IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema Independente, com a entrega dos prémios. A longa-metragem “Jia” de Shumin Liu e a curta-metragem “Nueva Vida” de Kiro Russo, são os vencedores da Competição Internacional do IndieLisboa 2016, recebendo o Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa e o Grande Prémio de Curta Metragem, respectivamente.

O drama chinês “Jia” “pode ser descrito como uma versão contemporânea do clássico japonês, Tokyo Story, de Yasujiro Ozu. Também aqui, um casal junto há meio século decide visitar os filhos que as circunstâncias da vida levaram para longe. Neste filme, que seduziu parte da crítica no último Festival de Veneza, o chinês residente na Austrália, Shumin Liu, trabalhou sobretudo com actores não profissionais, assinando um longo retrato, quer das relações entre pais e filhos, quer das vivências quotidianas do mundo chinês actual, em especial Xangai.”

Na Competição Nacional, o Prémio Allianz – Ingreme para Melhor Longa Metragem Portuguesa foi entregue a “Treblinka” de Sérgio Tréfaut e o Prémio Nescafé Dolce Gusto – Ingreme para Melhor Curta Metragem Portuguesa a “The Hunchback” de Gabriel Abrantes e Ben Rivers. O filme vencedor do Prémio Especial do Júri Canais TV & Séries foi “Kate Plays Christine” de Robert Greene.

Competição Internacional – Longas-Metragens
Grande Prémio de Longa-Metragem Cidade de Lisboa
Jia, de Shumin Liu (Austrália/China)
Prémio Especial do Júri Canais TV & Séries
Kate Plays Christine, de Robert Greene (EUA)

Competição Internacional – Curtas-Metragens
Grande Prémio de Curta-Metragem
Nueva Vida, de Kiro Russo (Argentina/Bolívia)
Menções Especiais
Animação
Velodrool, de Sander Joon (Estónia)
Documentário
La Impresión de una Guerra, de Camilo Restrepo (Colômbia/França)
Ficção
Another City, de Lan Pham Ngol (Vietname)

Competição Nacional
Prémio Allianz – Ingreme Melhor Longa-Metragem Portuguesa
Treblinka, de Sérgio Tréfaut (Portugal)
Nescafé Dolce Gusto – Ingreme Melhor Curta Metragem Portuguesa
The Hunchback, de Gabriel Abrantes e Ben Rivers (Portugal/França)
Prémio Novo Talento Fnac – Curta-Metragem
Campo de Víboras, de Cristèle Alves Meira (Portugal)
Menção Honrosa
Viktoria, de Mónica Lima (Alemanha/Portugal)

Prémio FCSH/NOVA Melhor Filme Secção Novíssimos
Maxamba
, de Suzanne Barnard e Sofia Borges (Portugal/EUA)
Prémio RTP Longa-Metragem na Secção Silvestre
Eva no Duerme, de Pablo Agüero (França)
Prémio FIPRESCI (Primeiras Obras)
Short Stay, de Ted Fendt (EUA)
Prémio Format Court (Silvestre Curtas)
World of Tomorrow, de Don Hertzfeldt (EUA)

Secção Árvore da Vida
Prémio Árvore da Vida Filme Português
Ascensão, de Pedro Peralta (Portugal)
Menção Honrosa
Jean-Claude, de Jorge Vaz Gomes (Portugal)
Prémio IndieJúnior Árvore da Vida
Le Nouveau, de Rudi Rosenberg (França)

Secção Amnistia Internacional
Prémio Amnistia Internacional
Flotel Europa, de Vladimir Tomic (Dinamarca/Sérvia)
Menção Honrosa
Balada de Um Batráquio, de Leonor Teles (Portugal)

Secção Escolas e Universidades
Prémio Culturgest Universidades
Flotel Europa, de Vladimir Tomic (Dinamarca/Sérvia)
Prémio Culturgest Escolas
Le Gouffre, de Vincent Le Port (França)

Prémios do Público
Prémio Longa-Metragem
Le Nouveau, de Rudi Rosenberg (França)
Prémio IndieMusic Schweppes
Sonita, de Rokhsareh G. Maghami (Alemanha/Suíça/Irão)
Prémio Curta-Metragem Merrell
Small Talk, de Even Hafnor e Lisa Brooke Hansen (Noruega)
Prémio IndieJúnior Trinaranjus
The Short Story of a Fox and a Mouse, de Camille Chaix, Hugo Jean, Juliette Jourdan, Marie Pillier e Kevin Roger (França)