A Academia norte-americana de Artes e Ciências Cinematográficas já revelou a lista dos nove filmes que estão pré-nomeados ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro. De um total de 95 países candidatos apenas ficaram nove, Austrália, Canadá, Dinamarca, Alemanha, Irão, Noruega, Rússia, Suécia e Suíça. O drama alemão “Toni Erdmann” de Maren Ade é para já o favorito a conquistar o Óscar de melhor Filme Estrangeiro. A categoria de Melhor Filme Estrangeiro comemora 60 anos, tendo esta sido criada em 1956 durante a 29ª edição dos Óscares.

Ficaram de fora da corrida filmes como “Elle” (França), “Neruda” (Chile), “Fuocoammare” (Itália), “Julieta” (Espanha), “Ma’Rosa” (Filipinas) e “Cartas da Guerra” (Portugal). Esta foi a 33ª vez que Portugal concorreu, continuando assim a ser o país que mais vezes submeteu filmes sem nunca ter sido nomeado para os Óscares. 

Esta lista de nove será reduzida para cinco nomeados finais, submetidos a votação de comités de convidados em Los Angeles, Nova Iorque e Londres. As nomeações serão reveladas a 24 de janeiro de 2017 e a cerimónia da 89ª edição dos Óscares será a 26 de fevereiro de 2017, no Dolby Theatre.

Austrália – Tanna, de Bentley Dean, Martin Butler
Canadá It’s Only the End of the World, de  Xavier Dolan
DinamarcaLand of Mine, de Martin Zandvliet
AlemanhaToni Erdmann, de Maren Ade
IrãoThe Salesman, de Asghar Farhadi
NoruegaThe King’s Choice, de Erik Poppe
RússiaParadise, de Andrei Konchalovsky
SuéciaA Man Called Ove, de Hannes Holm
SuíçaMy Life as a Zucchini, de Claude Barras