Festivais

IndieJúnior Allianz 2017: Vencedores

Terminou no passado domingo (12 de fevereiro) a primeira edição do IndieJúnior Allianz – Festival Internacional de Cinema Infantil e Juvenil do Porto, com a cerimónia de prémios. A escolha do júri profissional (Abi Feijó, Marta Madureira, Robert-Jan Lacombe), relativamente ao Grande Prémio de Longa Metragem, a escolha recaiu sobre “A Tartaruga Vermelha” devido “às suas excepcionais imagens, animações e ambiente poético. Um filme sem falas que fala muito alto e permanecerá na nossa memória”. Por outro lado, o júri justificou o Grande Prémio de Curta Metragem, atribuído a “Tudo Sobre a Nossa Mãe”, “pelo uso imaginativo das possibilidades únicas de animação, pelas imagens metafóricas com dupla função e devido às muito interessantes soluções para contar histórias, resultando num brilhante e tocante tributo à maternidade”. Também o Prémio DoctorGummy para Melhor Filme foi para “A Tartaruga Vermelha”, “porque é um filme que comunica com o público, na sua totalidade, e surpreende ao contar a história apenas com recurso à imagem. Há uma relação quase mimética entre animação e natureza e também queremos deixar uma palavra para o som, fundamental neste filme. Por fim, salientamos a importância do amor e das relações familiares aqui evidentes”.

O Júri juvenil (Diana Arroyo, Francisca Dores, Mariana Nunes) atribuiu uma Menção Especial ao filme “Rapaz no Oceano”, porque é um “filme que é um reflexo de toda a programação do festival e mostra-nos a chegada da puberdade e como isso cria uma relação com a mudança no corpo, uma relação com os pais e com as outras pessoas”.

Grande Prémio de Longa Metragem
A Tartaruga Vermelha/La tortue rouge, de Michaël Dudok de Wit (França)
Grande Prémio de Curta Metragem
Tudo Sobre a Nossa Mãe/Pro Mamu, de Dina Velikovskaya (Rússia)
Prémio DoctorGummy para Melhor Filme
A Tartaruga Vermelha/La tortue rouge, de Michael  Dudok de Wit (França)
Menção Especial
Rapaz no Oceano/The Boy in the Ocean, de Friedrich Tiedtke (Dinamarca)
Prémio do Público Trina
A Pequena Corajosa/Moroshka, de Polina Minchenok (Rússia)

Fonte: IndieJúnior Allianz