A 13ª edição do FEST – Festival Novos Realizadores|Novo Cinema, que se vai realizar entre os dias 19 e 26 de junho, em Espinho, olhará os nomes emergentes europeus e mundiais nas secções competitivas para longas e curtas metragens. Com uma programação de mais de 180 filmes, oriundos de 40 países, o FEST é encabeçado por duas competições internacionais de curtas e longas metragens, a par de outras secções não competitivas e um aglomerado de programação que visa diferentes público (crianças, idosos, famílias, etc).

O filme de abertura será “Tom of Finland” do cineasta finlandês Dome Karukoski, que retrata a atribulada vida de Touko Laaksonen, mais conhecido por Tom of Finland, um artista pioneiro na arte homo-erótica do século XX. Karukoski que em 2009 venceu o prémio de Melhor longa metragem no FEST com “Home of the Dark Butterflies”, regressa assim ao FEST com uma obra que não pára de acumular prémios desde a sua estrondosa estreia no prestigioso Festival de Gotemburgo, onde arrecadou o prémio da critica oferecida pelo jurado da Fipresci.

Para a sessão de encerramento será exibida a comédia negra espanhola, “The One Eyed King” de Marc Crehuet, sobre os efeitos da crise financeira em Espanha. É o mais recente e provocador filmes sobre o tema realizado nos últimos tempos.

O FEST integrará também uma secção infanto-juvenil dedicada às famílias (FESTinha), uma competição nacional de curtas-metragens (Grande Prémio Nacional), um prémio para obras de realizadores a saírem das faculdades (NEXXT).

O FEST integrará ainda duas actividades paralelas: o Training Ground e o Pitching Forum. O primeiro, a decorrer entre workshops, masterclasses, palestras e debates orientados por peritos de topo e sucesso reconhecido. Em Espinho estarão, entre outros, Allan Starski (“The Pianist”, “Schindler’s List”), Brian Muir (“Star Wars”, “Guardians of the Galaxy”), David Turner, Ed Lachman (“Carol”, “Erin Brockovich”), Eddy Joseph (“Harry Potter & the Sorcerer’s Stone”, “Cold Mountain”), Gareth Wiley (produtor dos últimos filmes do Woody Allen), Melissa Leo (“The Fighter”, “Frozen River”) ou Nuno Lopes. Pelo Pitching Forum passarão mais de vinte projetos de todo o mundo que, aqui, se poderão habilitar a ganhar apoios de produção das casas europeias Goldcrest, ENVY e Halo.

Fonte: FEST