Terminou no passado dia 17 de junho a 41ª edição do Festival de Cinema de Animação de Annecy que começou a 12 de junho, em França. Na categoria de longa-metragem o prémio cristal foi atribuído ao filme japonês “Lu Over the Wall” de Masaaki Yuasa. O prémio do júri foi atribuído a outro filme japonês, “In This Corner in the World” de Sunao Katabuchi e o Prémio do Público foi entregue a “Loving Vincent” do polaco Dorota Kobiela e do inglês Hugh Welchman. Este último foi dos favoritos pela crítica e pelo público durante a 41ª edição de Annecy, tendo sido o primeiro filme da história da animação que foi feito inteiramente com pinturas a óleo. Neste filme cerca de 120 quadros do próprio Van Gogh ganharam vida ao longo de uma história que certamente não falta mistério, pois brinca com a possibilidade de o artista ter sido assassinado, em vez de se suicidar. Cada um dos 65.000 fotogramas do filme é pintado à mão por 115 pintores profissionais de pintura a óleo que viajaram por toda a Europa para os estúdios do filme “Loving Vincent” para participar nesta produção única.

Longa-Metragem
Prémio Cristal
Lu Over the Wall, de Masaaki Yuasa (Japão)
Prémio do Júri
In This Corner in the World, de Sunao Katabuchi (Japão)
Prémio do Público
Loving Vincent, de Dorota Kobiela, Hugh Welchman (Polónia/Reino Unido)

Curta-Metragem
Prémio Cristal
Min Borda, de Niki Lindroth Von Bahr (Suécia)
Prémio do Júri
Kötü Kiz, de Ayce Kartal (França/Turquia)
Prémio Jean-Luc Xiberras – Primeira Obra
Splendida Moarte Accident, de Sergiu Negulici (Roménia)
Menção do Júri
The Ogre, de Laurène Braibant (França)
Prémio do Público
Pépé le morse, de Lucrèce Andreae (França)
Prémio Off-Limits
Dix puissance moins quarante-trois seconde, de F Francis (França)

Prémios Especiais
Prémio Cidade Annecy
Maacher Jhol, de Abhishek Verma (India)
Prémio André-Martin para Longa-metragem francesa
La Jeune Fille sans mains, de Sébastien Laudenbach (França)
Prémio André-Martin para Curta-metragem francesa
Nothing Happens, de Uri Kranot, Michelle Kranot (França)
Prémio André-Martin Especial Distinção para Curta-metragem francesa
Negative Space, de Max Porter, Ru Kuwahata (França)
“CANAL+ Creative Aid” Prémio para Curta-Metragem
The Ogre, de Laurène Braibant (França)
Prémio FIPRESCI
Negative Space, de Max Porter, Ru Kuwahata (França)
Prémio Público Jovem
Hedgehog’s Home, de Eva Cvijanovic (Canadá/Croácia)