Comemoramos os dez anos dos Prémios Cinema Sétima Arte com um breve resumo desta iniciativa, que tem permitido dar um espaço de opinião aos seus leitores. Reiteramos que estes prémios são meramente simbólicos, representando nada mais nada menos do que a opinião de quem nos lê. É um prémio do Público.

Os Prémios surgiram em 2009, com o objectivo de “destacar e premiar os melhores filmes nacionais e internacionais que estrearam em Portugal durante o ano corrente”, sendo que nesse ano apenas se elegia o Melhor Filme do Ano. Em 2012, aperfeiçoou-se o conceito desta iniciativa, alterando o nome para “Prémios Cinema 7.ª Arte” e acrescentaram-se duas novas categorias, a de Melhor Filme Português e a de Melhor Filme Estrangeiro.

Ao fim de dez edições são mais de 250 filmes nomeados, dos quais 21 foram vencedores. Dos dez filmes vencedores do prémio de Melhor Filme do Ano, seis são de origem dos EUA, dois do Reino Unido, um de França e um de Portugal.

Em 2017, “Verão Danado”, de Pedro Cabeleira, foi o único filme português a vencer a categoria de Melhor Filme do Ano e a de Melhor Filme Português. É curioso que nos últimos três anos o número de votações na categoria de Filme Português tem aumentado bastante, chegando por vezes a ter tantos votos como a categoria de Melhor Filme do Ano.

Para além deste há mais dois filmes que venceram duas categorias: “Amigos Improváveis”, de Olivier Nakache e Éric Toledano (Melhor Filme do Ano e Melhor Filme Estrangeiro, em 2012) e “Eu, Daniel Blake”, de Ken Loach (Melhor Filme do Ano e Melhor Filme Estrangeiro, em 2016).

Vencedores do Prémio de Melhor Filme do Ano:
2009 – Quem Quer Ser Bilionário?, de Danny Boyle
2010 – A Rede Social, de David Fincher
2011 – Cisne Negro, de Darren Aronofsky
2012 – Amigos Improváveis, de Olivier Nakache e Éric Toledano
2013 – Django Libertado, de Quentin Tarantino
2014 – Grand Budapest Hotel, de Wes Anderson
2015 – Mad Max: Estrada da Fúria, de George Miller
2016 – Eu, Daniel Blake, de Ken Loach
2017 – Verão Danado, de Pedro Cabeleira
2018 – Chama-me Pelo Teu Nome, de Luca Guadagniano

Vencedores do Prémio de Melhor Filme Português:
2012 – Tabu, de Miguel Gomes
2013 – Comboio Noturno para Lisboa, de Bille August
2014 – Os Maias, de João Botelho
2015 – Montanha, de João Salaviza
2016 – O Ornitólogo, de João Pedro Rodrigues
2017 – Verão Danado, de Pedro Cabeleira
2018 – O Labirinto da Saudade, de Miguel Gonçalves Mendes

Vencedores do Prémio de Melhor Filme Estrangeiro:
2012 – Amigos Improváveis, de Olivier Nakache e Éric Toledano
2013 – A Gaiola Dourada, de Ruben Alves
2014 – Ida, de Pawel Pawlikowski
2015 – Taxi, de Jafar Panahi
2016 – Eu, Daniel Blake, de Ken Loach
2017 – O Quadrado, de Ruben Östlund
2018 – Roma, de Alfonso Cuarón