De 29 de janeiro a 4 de fevereiro o Cinema Ideal, em Lisboa, vai exibir seis filmes em antestreia e dois grandes clássicos sobre os grandes conflitos do século XX.

“O século da intolerância e da guerra. As duas guerras mundiais, o anti-semitismo e o Holocausto, os refugiados, as ditaduras, as pequenas guerras que não acabam…retratos, memórias que fazem e fizeram a história do século XX e que permanecem connosco, hoje.”

A 2.ª edição da Mostra de Cinema Casa da Imprensa arranca com a antestreia do filme “J’Accuse – O Oficial e o Espião”, de Roman Polanski, no dia 29 de janeiro. Adaptação do romance do mesmo título de Robert Harris, “O Oficial e o Espião” (que será agora também reeditado em Portugal), o filme retoma o célebre caso Dreyfus – um oficial do exército, judeu, injustamente condenado por alta traição – e é uma obra incontornável e de tremenda actualidade e que confirma Polanski como um dos maiores realizadores do cinema contemporâneo. O filme estreia nas salas de cinema de todo o país a 30 de Janeiro, distribuído pela Midas Filmes.

O programa inclui ainda filmes como “O Grande Ditador”, de Charles Chaplin, e “Horizontes de Glória”, de Stanley Kubrick, que encerrará a mostra de cinema.

29  janeiro
J’Accuse – O Oficial e o Espião, de Roman Polanski
30 janeiro
Para Sama, de Waad al-Kateb e Edward Watts
31 janeiro
Eles Não Envelhecerão, de Peter Jackson
1 fevereiro
Torre das Donzelas, de Susanna Lira
2 fevereiro
Quem Escreverá a Nossa História, de Roberta Grossman
3 fevereiro
Uma Vida Alemã, de Christian Krönes, Olaf S. Müller, Roland Schrotthofer e Florian Weigensamer.
4 fevereiro
Horizontes de Glória, de Stanley Kubrick