Vem aí a 20.ª edição da Festa do Cinema Francês (FCF) com mais 50 filmes, em 8 cidades, 25 convidados, uma retrospectiva a Agnès Varda e a Jean-Louis Trintignant, de 3 de outubro a 8 de novembro.

A edição comemorativa dos 20 anos de cinema francês, parceria com a Cinemateca Portuguesa, presta homenagem à cineasta Agnès Varda com a apresentação duma seleção dos seus filmes, inclusive o seu último “Varda par Agnès”. “Agnès Varda deixou-nos em Março de 2019: impunha-se, portanto, um adeus a esta enorme figura do cinema francês, tanto mais que tivemos a sorte de a acolher aquando da 10.ª edição da Festa do Cinema Francês.”

A segunda retrospectiva é dedicada à grande figura do cinema e do teatro Francês, o ator Jean-Louis Trintignant, cuja presença está confirmada. A terceira retrospectiva assinala os 20 anos da Festa do Cinema Francês, com 10 grandes clássicos que marcaram a sua história. “A Turma” (2008), de Laurent Cantet, “Boa Viagem” (2003), de Jean-Paul Rappeneau, “Louise en Hiver” (2016), de Jean-François Laguionie, “Mustang” (2015), de Deniz Gamze Ergüven, e “Tous au Larzac” (2011), de Christian Rouaud, são alguns dos filmes que assinalam os 20 anos da FCF.

A 20.ª edição apresenta 24 antestreias das quais destacamos: “Varda par Agnès”, de Agnès Varda, “Fahim”, de Pierre-François Martin-Laval, “Branca como Neve”, de Anne Fontaine, “Hors Normes”, de Olivier Nakache e Eric Toledano, “Les Plus Belles Années D’Une Vie”, de Claude Lelouch, “A Belle Époque”, de Nicolas Bedos, e “Hors Normes”, de Olivier Nakache e Eric Toledano.

Entre os convidados estarão presentes Mia Hansen-Løve (Maya), Agnès Jaoui (Place Publique), Nicolas Pariser (Alice et le Maire), assim como o realizador Hugo Gélin e a atriz Joséphine Japy para inaugurar a Festa do Cinema Francês em Lisboa no dia 3 de outubro no Cinema São Jorge, com o filme Mon Inconnue”, de Hugo Gélin.

Organizada pela Embaixada de França, o Institut français du Portugal e a Serena Productions, em parceria com a rede das Alliances Françaises, a Cinemateca Portuguesa e UniFrance Films, esta edição especial decorre de 3 de Outubro a 8 de Novembro de 2019 em oito cidades portuguesas:  Lisboa (de 3 a 13 de Outubro no Cinema São Jorge e Cinemateca Portuguesa), Almada (de 9 a 13 de Outubro no Auditório Fernando Lopes-Graça) e Setúbal (de 4 a 7 de Outubro no Cinema Charlot), para depois se deslocar para as cidades de Coimbra (de 15 a 19 de Outubro no Teatro Académico de Gil Vicente), Porto (de 22 a 27 de Outubro no Teatro Rivoli Rivoli), Portimão (de 5 a 7 de Novembro no Algarcine), Leiria (de 30 de Outubro a 3 de Novembro no Teatro José Lúcio da Silva e Teatro Miguel Franco) e Beja (de 5 a 8 de Novembro no Pax Julia – Teatro Municipal).

Antestreias
“Alice e o Presidente”, de Nicolas Pariser
“Branca como Neve”, de Anne Fontaine
“Hors Normes”, de Olivier Nakache e Eric Toledano
“Comme Des Garçons”, de Julien Hallard
“Dans La Brume”, de Daniel Roby
“Fahim”, de de Pierre-François Martin-Laval
“O Imperador de Paris”, de Jean-François Richet
“A Belle Époque”, de Nicolas Bedos
“100% Camurça”, de Quentin Dupieux
“Le Dindon”, de Jalil Lespert
“A Biblioteca dos Livros Rejeitados”, de Rémi Bezançon
“Le Poulain”, de Mathieu Sapin
“Os Camarões Brilhantes”, de Cédric Le Gallo e Maxime Govare
“Les Hirondelles de Kaboul”, de Zabou Breitman e Eléa Gobbé-Mévellec
“Les Plus Belles Années D’Une Vie”, de Claude Lelouch
“Lola et ses Frères”, de jean-Paul Rouve
“Maya”, de Mia Hansen-Løve
“Meu Bébé”, de Liza Azuelos
“Amor à segunda vista”, de Hugo Gélin
“Na praça pública”, de Agnès Jaoui
“Os caloiros da medicina”, de Thomas Lilti
“Tout nous sépare”, de Thierry Klifa
“Tueurs”, de François Troukens e Jean-François Hensgens
“Varda par Agnès”, de Agnès Varda

Homenagem Agnès Varda
Varda par Agnès
Duas Horas da vida de uma Mulher
As Praias de Agnès
Uma Canta, a Outra Não
Sem Eira Nem Beira

Retrospectiva Jean-Louis Trintignant
Finalmente Domingo!, de François Truffaut
Três Cores: Vermelho, de Krzysztof Kieślowski
A minha noite em casa de Maud, de Eric Rohmer
Les plus belles années d’une vie, de Claude Lelouch
Amor, de Michael Haneke

20 anos de Festa
A Turma (2008), de Laurent Cantet
Boa Viagem (2003), de Jean-Paul Rappeneau
Louise en Hiver (2016), de Jean-François Laguionie
Mustang (2015), de Deniz Gamze Ergüven
Tous au Larzac (2011), de Christian Rouaud
Comment J’ai tué mon pére (2001), de Anne Fontaine
Gabrielle (2005), de Patrice Chéreau
Grand Central (2013), de Rebecca Zlotowski
Verdade e Consequência (2014), de Thomas Lilti
Sade (2000), de Benoît Jacquot

Fonte: Festa do Cinema Francês