Lista-de-25-temas-morricone-2020-cinema-musica

25 Temas de Ennio Morricone

Foram centenas as músicas que o compositor e maestro italiano compôs ao longo da sua extensa carreira.

Foram 91 anos de uma vida dedicada a escrever música para cinema. Ennio Morricone compôs as bandas sonoras de cerca de meio milhar de filmes, entre os quais “A Missão” (1986), de Roland Joffé, “Cinema Paraíso” (1988), de Giuseppe Tornatore, e os famosos western spaghetti de Sergio Leone.

A música de Morricone tinha tanta importância que podia ser o próprio elemento de uma acção, como acontece, por exemplo, no filme “Era Uma Vez no Oeste” (1968) ou em “Era Uma Vez na América” (1984), ambos de Sergio Leone. Morricone introduzia sons que serviam para apresentar personagens ou para nos fazer lembrar sentimentos das próprias personagens, como acontece por exemplo em “Por Mais Alguns Dólares” (1965) ou em “Aguenta-te, Canalha!” (1971). Morricone usava elementos sonoros nas próprias músicas, como sons de tiros, vento, harmónicas, caixas de música, órgãos, etc. Era um misto de primitivo e sofisticação, coral e orquestral, sempre com um estilo bastante épico.

A sua música é sem dúvida alguma cinematográfica, tem vida, tem sentimento, emoção. Ainda há quem sonhe numa sala escura e que continua a ser seduzido por este ritual que dura há mais de 100 anos, a vinte e quatro imagens por segundo.

O Cinema Sétima Arte presta homenagem ao compositor e maestro Ennio Morricone pelo contributo que deu à música e ao cinema, que ficará para sempre na história. Eis 25 temas de Morricone, algumas das suas melhores composições de sempre.

25 Temas de Ennio Morricone

L ‘Estasi dell’Oro, em “O Bom, o Mau e o Vilão” (1966)

Il Buono, Il Brutto, Il Cattivo, em “O Bom, o Mau e o Vilão” (1966)

C’era una volta il west, em “Era Uma Vez no Oeste” (1968)

C’era una volta il west (finale), em “Era Uma Vez no Oeste” (1968)

 

Giu La Testa, em “Aguenta-te, Canalha!” (1971)

Per Un Pugno Di Dollari, em Por Um Punhado de Dólares (1964)

La Resa dei conti, em Por Mais Alguns Dólares (1965)

Per qualche dollaro in più (Titoli), em Por Mais Alguns Dólares (1965)

Love Theme For Nata, em “Cinema Paraíso” (1988)

Cinema Paradiso, em “Cinema Paraíso” (1988)

First Youth, “Cinema Paraíso” (1988)

Gabriel’s Oboe, em “A Missão” (1986)

Ave Maria Guarani, em “A Missão” (1986)

Once Upon a Time in America, em “Era Uma Vez na América” (1984)

Deborah’s Theme, em “Era Uma Vez na América” (1984)

Chi Mai, em “O Profissional” (1981)

Playing Love, em “A Lenda de 1900″ (1998)

The Legend of the Pianist, em “A Lenda de 1900″ (1998)

Malena, em “Malèna” (2000)

Sinfonia per Baaria, em “Baaria: A Porta do Vento” (2009) 

Brindisi, em “Baaria: A Porta do Vento” (2009) 

The Braying Mule, em “Django Libertado” (2012)

Sangue e Neve, em “Os Oito Odiados” (2015)

O Amor A Portugal (Cera una volta il West), no albúm “Focus”, com Dulce Pontes

Cinema Paradiso (Tema de Amor de Cinema Paradiso), no albúm “Focus”, com Dulce Pontes