o-dia-mais-curto-2020

8.ª edição de O Dia Mais Curto

Pelo oitavo ano consecutivo, a Agência da Curta Metragem celebra o dia mais curto do ano em Portugal, com exibições de curtas-metragens de norte a sul do país, que este ano será ao longo de todo o mês de dezembro.

“Todos os anos, entre 21 e 22 de dezembro, o solstício de Inverno  anuncia a chegada da estação mais fria do hemisfério norte do globo terrestre. Se por um lado, a 21 de dezembro se assinala o momento em que o Sol está no seu ponto mais distante do equador, por outro, festeja-se o momento em que estamos mais perto do Cinema. Celebra-se assim, ao mesmo tempo, a entrada na nova estação e a curta-metragem. A ideia que já alcançou uma dimensão internacional é atualmente celebrada simultaneamente em dezenas de países.”

A 8.ª edição de O Dia Mais Curto realiza-se entre 1 e 29 de dezembro e propõe cinco programas distintos, para todas as idades e públicos, com filmes portugueses e internacionais, que serão exibidos de norte a sul de Portugal continental e insular, com múltiplas sessões de cinema, nos mais variados lugares de projeção – cinemas, bibliotecas, escolas, televisões, transportes públicos, entre outros – em 19 localidades: Aveiro, Barcelos, Elvas, Faro, Figueira de Castelo Rodrigo, Guimarães, Horta, Leiria, Lisboa, Odivelas, Ovar, Ponta Delgada, Porto, Ribeira Grande, Setúbal, Tomar, Vila do Conde, Vila Nova de Famalicão e Vila Real.

À semelhança dos anos anteriores, O Dia Mais Curto também passará pela televisão, com programas especiais na RTP2 e nos Canais TvCine & Séries, e pela Internet, com sessões no video on demand da Agência da Curta Metragem e na plataforma Filmin.pt, que apresentará a partir do dia 6 um programa muito especial de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata e onde será possível assistir à maior parte dos filmes de curta-metragem realizados por esta dupla criativa, responsável por uma das mais sólidas e singulares carreiras do cinema contemporâneo.

Com a seleção “Curtas do Mundo” será possível assistir a algumas das mais interessantes obras internacionais do ano. Por sua vez, o programa nacional “Novas Curtas Portuguesas” inclui curtas-metragens de vários pontos do país e de todos os géneros, da animação ao documentário, passando também pela ficção, enquanto os programas dedicados aos mais jovens, “Curtinhas para Todos” (M/6) e “Amiguinhos” (M/3), prometem muita animação e viagens divertidas por mundos desconhecidos. E, ainda, terá lugar a exibição em sala da obra completa da maior referência da animação portuguesa, Regina Pessoa, no cinemas Trindade (Porto) e Ideal (Lisboa), com estreia no dia 17 de dezembro. “Quatro Janelas Discretas para o Mundo de Regina Pessoa” permitirá ao espectador assistir à evolução da obra da autora ao longo dos vinte anos, partindo do seu primeiro filme, “A Noite” (1999) até ao mais recente, “Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias”, que recebeu em janeiro passado o Annie Award atribuído pela divisão de Hollywood da ASIFA, esteve na shortlist dos prémios da Academia e está ainda nomeado para os European Film Awards.

A estes programas propostos pela Agência da Curta Metragem, somam-se ainda as programações próprias das várias associações ou cineclubes que aderiram ao evento (identificados na agenda como programas associados) e as sessões especiais para escolas.

Fonte: O Dia Mais Curto

Skip to content