will-smith-oscares-2022-3

Academia abre processo disciplinar contra Will Smith

Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS) abriu um processo disciplinar contra o ator Will Smith por causa das suas ações na 94.ª cerimónia dos Óscares.

Segundo o comunicado que saiu da reunião de emergência do Conselho de Governadores, para discutir as consequências para o vencedor de Melhor Ator, informa que a Academia “iniciou um processo disciplinar contra o Sr. Smith por violações dos Padrões de Conduta da Academia, incluindo contacto físico inadequado, comportamento abusivo ou ameaçador e comprometimento da integridade da Academia”.

O Conselho de Governadores da Academia acrescentou ainda que as coisas se desenrolaram de uma maneira que não poderiam ter previsto, “embora gostássemos de esclarecer que o senhor Smith foi convidado a deixar a cerimónia e recusou, também reconhecemos que poderíamos ter lidado com a situação de forma diferente”.

Em conformidade com os procedimentos da Academia (AMPAS) e das leis no Estado da Califórnia, Will Smith está a ser notificado e terá 15 dias para ser ouvido por escrito em relação aos “procedimentos disciplinares” que foram iniciados por violação do Código de Conduta. A próxima reunião está marcada para 18 de abril, altura em que a “a Academia pode tomar qualquer ação disciplinar, que pode incluir suspensão, expulsão, ou outras sanções permitidas pelos Estatutos e Normas de Conduta”.

“As ações de Smith nos 94.º Óscares foram um evento profundamente chocante e traumático para testemunhar pessoalmente e na televisão. Senhor Rock, pedimos desculpas pelo que se passou no nosso palco e agradecemos a sua resiliência naquele momento. Pedimos também desculpa aos nossos nomeados, convidados e espectadores pelo que aconteceu durante o que deveria ter sido um evento comemorativo.”, acrescentou a declaração da organização.

Já na segunda-feira a Academia tinha condenado este incidente, tendo escrito no Twitter que “não tolera qualquer tipo de violência. Esta noite, temos o prazer de celebrar os nossos vencedores dos 94.º Óscares, que merecem este momento de reconhecimento dos seus colegas e amantes do cinema em todo o mundo”.

A agressão de Will Smith ao humorista Chris Rock, durante a cerimónia dos Óscares, tem gerado enorme contestação, com várias personalidades a condenarem as ações de Smith e a demonstrarem o seu apoio publicamente a Chris Rock, como a atriz Wanda Sykes (uma das apresentadoras dos Óscares 2022) e o ator Jim Carrey.

Jim Carrey sentiu-se “enojado” com ovação em pé a Will Smith, vencedor do Óscar de Melhor Ator por “King Richard: Para Além do Jogo”: “Fiquei enojado, fiquei enojado com a ovação de pé. Senti que Hollywood é apenas cobarde, em massa. Realmente pareceu uma indicação clara de que já não somos o clube simpático”, disse o ator e humorista numa entrevista ao programa CBS Mornings.

Na terça-feira, Will Smith publicou na sua conta de Instagram um pedido de desculpas a Chris Rock.

Skip to content