Academia Portuguesa de Cinema e Netflix divulgam lista de mulheres cineastas

A Academia Portuguesa de Cinema e a Netflix divulgam as cinco longas-metragens e 11 mulheres cineastas selecionadas no âmbito da Convocatória lançada no passado mês de julho, dirigida a realizadoras, produtoras e guionistas que tenham estado diretamente envolvidas em longas-metragens portuguesas de ficção e/ou documentário. O regulamento e as condições da candidatura aberta estão disponíveis no website da Academia Portuguesa de Cinema aqui.

Os filmes selecionados e as cineastas associadas a cada um deles são:

  • A Metamorfose dos Pássaros”, com Catarina Vasconcelos na realização e Joana Gusmão na produção;
  • Soa”, com Raquel Castro na realização e argumento e Isabel Machado, Joana Ferreira e Sara Serra Simões na produção;
  • Mar”, com Margarida Gil na realização e argumento e Rita Benis como coargumentista;
  • Simon Chama”, com Marta Sousa Ribeiro na realização e Joana Peralta na produção;
  • Desterro”, com realização de Maria Clara Escobar.

Com um total de 31 candidaturas apresentadas, referentes a longas-metragens finalizadas entre 2019 e 2020, ambas as entidades concluem que as expetativas foram superadas e que este é apenas um primeiro passo no caminho de uma maior representatividade e igualdade de oportunidades de mulheres no sector do cinema e audiovisual. A estreia das cinco longas-metragens na Netflix está prevista para 2022, em data a anunciar.

O comité de seleção desta iniciativa foi constituído por Carla Chambel, atriz, formadora e vice-presidente da Academia; Fátima Ribeiro, guionista, professora e realizadora; Isadora Laban, Gestora de Conteúdos da Netflix Portugal e Espanha e Tota Alves, guionista e realizadora.

Skip to content