Nos próximos meses a gigante Netflix vai estrear um dos filmes mais esperados do ano. À semelhança do sucesso de “Roma”, de Alfonso Cuarón, o filme será igualmente exibido em algumas salas de cinema selecionadas.

Falamos deMarriage Story”, de Noah Baumbach, conhecido realizador de Frances Ha (2012) ou do fascinante A lula e a baleia” (2005). O filme conta a história de um casamento especialmente perfeito até a chegada de um divórcio com uma tempestade de emoções e uma criança por quem lutar em família. O realizador afirmou ser fã de “Kramer contra Kramer” de 1979 onde foi buscar inspiração para este conto sob duas perspectivas diferentes, pai e mãe. A Netflix fez já lançar uma campanha promocional forte publicando dois trailers diferentes, um narrado como a mãe vê o companheiro no papel de pai e marido e outro sobre como o pai vê a companheira nos mesmo papéis.

“Com estes dois trailers queria mostrar o relacionamento do ponto de vista das duas personagens. Há muitos lados em todas as histórias, e o filme adota diferentes ângulos para encontrar a partilha da verdade.” – Noah Baumbach

E quem melhor para representar este casal senão Scarlett Johansson, atriz conhecida por “O amor é um lugar estranho”, de Sofia Coppola, e Adam Driver, descoberto por Lena Dunham para a série “Girls” e que Jim Jarmusch foi buscar para o “Paterson” (2016). Conta ainda com a participação de Laura Dern e Ray Liotta nos papéis secundários. Um elenco de luxo em que todos saíram de um baú de filmes de culto para celebrar o cinema americano independente. O realizador assina também o argumento e pelo que o trailer já fez saber teremos direito a lágrimas, risos e uma história comovente. Estes parecem ser os ingredientes habituais de Noah Baumbach para uma fórmula de sucesso que tem ficado na nossa memória.

“Marriage Story” deverá estrear este outono na Netflix.