O serviço pago de streaming de filmes e séries da AmazonAmazon Prime Video, chegou hoje a Portugal, concorrendo deste modo diretamente com a Netflix, que chegou ao mercado mercado português há um ano. A Amazon Prime, criada em 2010, expandiu-se hoje para 200 novos países, entre os quais Portugal.

O catálogo de filmes da Amazon Prime não é ainda muito vasto, mas pode-se encontrar obras como por exemplo: “Hugo”, a trilogia de “O Padrinho”, “O Lado Selvagem”, “Do Céu Caiu Uma Estrela”, “A Cidade Tenebrosa”, “Pulp Fiction” e “O Sentido da Vida”. Ao nível das séries, inclui produções originais como “Transparent”, “The Man in the High Castle”, “Red Oaks” ou “Mozart in the Jungle”. “Mr. Robot” e “Seinfeld” são algumas das séries que podem ser vistas neste serviço. Para além de o catálogo ser pequeno, ainda nem todos os conteúdos são legendados em português.

O Amazon Prime Video está disponível para clientes da Amazon com conta pré-existente ou para novos subscritores. Os primeiros sete dias são gratuitos, sendo que após o termino do teste gratuito será cobrada uma tarifa no valor de 2,99€ por mês. Passados seis meses, a subscrição passa a custar 5,99€ mensais.

A Netflix é claramente o concorrente direto deste novo serviço no mercado internacional. A Netflix tem preços um pouco mais elevados, no entanto começou com um catálogo muito maior do que este da Amazon, sendo que passado um ano em Portugal, o catálogo ultrapassa hoje os 1500 conteúdos. A Amazon Prime irá também aumentar o seu conteúdo todos os meses.

Para além da Netflix e da Amazon Prime Video, existe ainda a N Play (serviço de acesso ilimitado a filmes e séries on demand da operadora NOS, muito vantajoso para clientes da operadora, que existe desde 2015) e, desde 16 de novembro, a Filmin (plataforma de video-on-demand de cinema independente, que oferece um catálogo rico em cinema independente e de clássicos). Portugal começa a ter um mercado de concorrência no que diz respeito ao serviço de streaming de séries e filmes, alterando muito a forma como vemos estes produtos.

Ler Artigos:

1 ano de Netflix em Portugal

Plataforma VoD de cinema independente, Filmin, chega a Portugal