Mel Gibson dará vida ao professor James Murray em “O Professor e o Louco”, a estrear este verão. O ator conhecido pelo êxito “Braveheart”, a saga “Mad Max” ou “Arma Mortífera”, e um dos produtores responsáveis por “O Professor e o Louco” (2019), vê-se envolvido em polémica. Gibson, juntamente com a sua produtora Icon Productions, tentou impedir o lançamento do filme. 

O caso deveu-se a desentendimentos entre a produtora do ator e a distribuidora Voltage Pictures sobre os locais de filmagens. Ao que tudo indica, Mel Gibson e o realizador Farhad Safinia pretendiam que algumas cenas fossem filmadas especificamente em Oxford, na Inglaterra, ao invés do Trinity College em Dublin. A produtora não esteve de acordo, indicando que o filme já estava a exceder o orçamento e o tempo de filmagem.

Pelo que se sabe, o ator não irá participar nos eventos de promoção do filme, o que poderá deixar em descrédito esta estreia. O filme baseado no livro “the Professor and the Madman”, de Simon Winchester, conta ainda com Sean Penn no elenco. “O Professor e o Louco” estreia em março deste ano, mas apenas em alguns países europeus.