Audiências aumentam na Netflix com nomeados aos Óscares

Mank-David-Fincher-Netflix-7

A plataforma de streaming Netflix revelou, em exclusivo à Variety, alguns números das audiências de 16 filmes nomeados aos Óscares 2021, que tiveram um aumento considerável de visualizações durante os sete dias após o anúncio dos nomeados aos Óscares, no dia 15 de março. Os números da Netflix revelam que as nomeações aos Óscares atraem muitos novos espectadores, sobretudo às produções originais da empresa.

A curta-metragem “A Love Song for Latasha”, um documentário que explora a vida e as aspirações da jovem Latasha Harlins, morta em 1991, nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de Curta-metragem, é o filme mais visto, com um aumento impressionante de 1802% em novos espectadores.

Segue-se “Mank”, de David Fincher, com 10 nomeações aos Óscares, incluindo a de Melhor Filme, com um aumento de 702% no número de novos espectadores, o filme “Crip Camp”, nomeado para Melhor Documentário, com um aumento de 466% e “Ma Rainey: A Mãe do Blues”, com cinco nomeações, teve um aumento de 150%. Entre os 16 filmes listados no gráfico em baixo, apenas dois não são produções originais da Netflix.

Segundo a Variety, a Netflix tinha revelado no ano passado que: 27 milhões de famílias assistiram a “Da 5 Bloods”, de Spike Lee, no primeiro mês; 72 milhões de famílias viram “The Midnight Sky”, de George Clooney, 27 milhões viram “The White Tiger”, de Ramin Bahrani; e 43 milhões viram a animação “Over the Moon”.

Netflix é o estúdio com mais nomeações aos Óscares 2021, tendo recebido 35 nomeações, pelos filmes “Mank”, “Pieces of a Woman”, “Ma Rainey’s Black Bottom” e “Os 7 de Chicago”, entre outros. Os vencedores são conhecidos no dia 25 de abril.

O gráfico mostra a percentagem de contas que visualizaram os filmes nomeados aos Óscares durante os sete dias após o anúncio dos nomeados aos Óscares, em comparação com a semana anterior.

grafico-audiencias-netflix-2021

Skip to content