BAFTA 2022: “O Poder do Cão” é Melhor Filme e Joanna Scalan surpreende com Melhor Actriz

Depois do formato virtual, em 2021, devido à pandemia por covid-19, os BAFTA (British Academy Film Awards) regressaram ao Royal Albert Hall de Londres, neste domingo, dia 13.

A cerimónia com apresentação de Rebel Wilson tinha, entre os nomeados, algumas novidades face aos seleccionados para os Óscares, como é o caso da prmeiação por Melhor Actriz Principal, que contava com Lady Gaga, em House of Gucci, Alana Haim, em Licorice Pizza, Emilia Jones, em CODA, Renate Reinsve, em The Worst Person In The World, Joanna Scanlan, em After Love, Tessa Thompson, em Passing. A vencedora foi Joanna Scalan, pelo seu desempenho em After Love.

O filme After Love tem estreia prevista para Portugal a 24 de Março, e tinha quatro nomeações para os BAFTA nas categorias de Melhor Filme Britânico, Melhor Primeiro Filme, Melhor Realizador e Melhor Actriz.

 

Apesar de Alana Haim não ter vencido a categoria de Melhor Actriz, Licorice Pizza, de Paul Thomas Anderson,  arrecadou, ainda, o prémio por Melhor Argumento Original.

Contra algumas expectativas que davam favoritismo a Benedict Cumberbacht, O Poder do Cão, e a Caitríona Balfe, Belfast, ou Jessie Buckley, A Filha Perdida, pelos seus desempenhos principais, os troféus acabaram por ser entregues a Will Smith, King Richard, e a Ariana DeBose, West Side Story, que confirmaram as vitórias dos GoLden Globes, e dos SAG.

Quem também confirma a sua vitória histórica dos SAG, foi o Troy Kotsur ao arrecadar, uma vez mais, a Melhor Actuação Secundária.

O filme com mais nomeações (11), Dune, de Denis Villeneuve, terminou a noite com cinco estatuetas: Melhor Fotografia, Melhor Banda Sonora Original, Melhor Design de Produção, Melhores Efeitos Visuais, e Melhor Som.

Duna-Dune-Denis-Villeneuve-2020-1
Dune

O grande vencedor da noite, pelas vitórias nas categorias mais destacadas (e que bem podem ser um bom prenúncio dos Óscares no próximo dia 27) foi O Poder do Cão, considerado o Melhor Filme, e Jane Campion considerada a Melhor Realizadora.

Benedict

Belfast venceu o Melhor Filme Britânico e Summer of Soul venceu o Melhor Documentário – releia aqui a crítica ao documentário.

Confira a lista de vencedores.

MELHOR FILME

  • “Belfast”
  • “Não Olhem Para Cima”
  • “Licorice Pizza”
  • “O Poder do Cão” – VENCEDOR
  • “Dune”

MELHOR FILME BRITÂNICO

  • “After Love”
  • “Ali and Elva”
  • “Belfast” – VENCEDOR
  • “House of Gucci”
  • “Last Night in Soho”
  • “No Time to Die”
  • “Passing”
  • “Cyrano”
  • “Boiling Point”
  • “Everybody’s Talking About Jamie”

MELHOR ESTREIA COMO REALIZADOR, PRODUTOR OU ARGUMENTISTA BRITÂNICO

  • Aleem Khan (Argumentista/Realizador), “After Love”
  • James Cumming (Argumentista), Hester Ruloff (Produtor), “Boiling Point”
  • Jeymes Samuel (Argumentista/Realizador), “The Harder They Fall” – VENCEDOR
  • Posy Dixon (Argumentista/Realizadora), Liv Proctor (Produtor), “Keyboard Fantasies”
  • Rebecca Hall (Argumentista/Realizadora), “Passing”

MELHOR FILME DE LÍNGUA ESTRANGEIRA

  • “Conduz o Meu Carro” (Japão) – VENCEDOR
  • “A Pior Pessoa do Mundo” (Noruega)
  • “Mães Paralelas” (Espanha)
  • “A Mão de Deus” (Itália)
  • “Petite Maman” (França)

MELHOR DOCUMENTÁRIO

  • “Flee”
  • “Becoming Costeau”
  • “Cow”
  • “The Rescue”
  • “Summer of Soul” – VENCEDOR

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

  • “Encanto” – VENCEDOR
  • “Os Mitchells Contra as Máquinas”
  • “Flee”
  • “Luca

MELHOR REALIZADOR

  • Aleem Khan, “After Love”
  • Ryûsuke Hamagucht, “Conduz o Meu Carro
  • Audrey Diwan, “O Acontecimento”
  • Paul Thomas Anderson, “Licorice Pizza”
  • Jane Campion, “O Poder do Cão” – VENCEDOR
  • Julia Ducournau “Titane”

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

  • “Being the Ricardos”, Aaron Sorkin
  • “Não Olhem Para Cima, Adam McKay
  • “Belfast”, Kenneth Branagh
  • “Licorice Pizza”, Paul Thomas Anderson – VENCEDOR
  • “King Richard: Além do Jogo”, Zach Baylin

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

  • “CODA”, Siân Heder – VENCEDOR
  • “Conduz o Meu Carro”, Ryûsuke Hamaguchi
  • “Dune”, Denis Villeneuve
  • “A Filha Perdida”, Maggie Gyllenhaal
  • “O Poder do Cão”, Jane Campion

MELHOR ATRIZ

  • Lady Gaga, “Casa Gucci”
  • Alana Haim, “Licorice Pizza”
  • Renate Reinsve “A Pior Pessoa do Mundo”
  • Emilia Jones “CODA”
  • Joanna Scanlan, “After Love” – VENCEDOR
  • Tessa Thompson, “Identidade”

MELHOR ATOR

  • Adeel Akhtar, “Ali and Eva”
  • Mahersmala Ali, “Swan Song”
  • Benedict Cumberbatch, “O Poder do Cão”
  • Leonardo DiCaprio, “Não Olhem Para Cima”
  • Stephen Graham, “Boiling Point”
  • Will Smith, “King Richard” – VENCEDOR

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

  • Caitríona Balfe, “Belfast”
  • Jessie Buckley, “A Filha Perdida”
  • Ariana DeBose, “West Side Story” – VENCEDOR
  • Ann Down, “Mass”
  • Aunjanue Ellis, “King Richard”
  • Ruth Negga, “Identidade”

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

  • Mike Faist “West Side Story”
  • Ciarán Hinds “Belfast”
  • Troy Kotsur, “CODA” – VENCEDOR
  • Jesse Plemons, “O Poder do Cão”
  • Woody Norman “C’mon C’mon”
  • Kodi Smit-McPhee, “O Poder do Cão”

MELHOR DIREÇÃO DE ELENCO (CASTING)

  • “A Mão de Deus”
  • “Boiling Point”
  • “West Side Story” – VENCEDOR
  • “King Richard”
  • “Dune”

MELHOR FOTOGRAFIA

  • “Dune”, Greig Fraser – VENCEDOR
  • “Nightmare Alley”, Dan Laustsen
  • “No Time to Die”, Linus Sandgren
  • “O Poder do Cão”, Ari Wegner
  • “A Tragédia de Macbeth”, Bruno Delbonnel

MELHOR GUARDA-ROUPA

  • “Cruella”, Jenny Beavan – VENCEDOR
  • “Cyrano”, Massimo Cantini Parrini, Jacqueline Durran
  • “Dune”, Robert Morgan, Jacqueline West
  • “Crónicas de França”, Milena Canonero
  • “Nightmare Alley”, Luis Sequeira

MELHOR MONTAGEM

  • “Belfast”, Úna Ní Dhonghaíle
  • “Dune”, Joe Walker
  • “Licorice Pizza”, Andy Jurgensen
  • “No Time to Die”, Tom Cross, Elliot Graham – VENCEDOR
  • “Summer of Soul”, Joshua L. Pearson

MELHOR MAQUILHAGEM E CABELOS

  • “Cruella”, Carolyn Cousins, Nadia Stacey
  • “Cyrano”, Alessandro Bertolazzi, Siân Miller
  • “Dune”, Love Larson, Donald Mowat
  • “Os Olhos de Tammy Faye”, Linda Dowds, Stephanie Ingram, Justin Raleigh – VENCEDOR
  • “Casa Gucci”, Jana Carboni, Göran Lundström, Giuliano Mariana

MELHOR BANDA-SONORA ORIGINAL

  • “Dune”, Hans Zimmer – VENCEDOR
  • “Crónicas de França”, Alexandre Desplat
  • “The Power of the Dog” , Jonny Greenwood
  • “Being the Ricardos”, Daniel Pemberton
  • “Não Olhem Para Cima”, Nicholas Britell

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

  • “Cyrano” Sarah Greenwood, Katie Spencer
  • “Dune”, Patrice Vermette, Zsuzsanna Sipos – VENCEDOR
  • “Crónicas de França” Adam Stockhausen, Rena DeAngelo
  • “Nightmare Alley”, Tamara Deverell, Shane Vieau
  • “West Side Story” Adam Stockhausen, Rena DeAngelo

MELHORES EFEITOS VISUAIS

  • “Dune” – VENCEDOR
  • “Free Guy”
  • “Ghostbusters: Afterlife”
  • “The Matrix: Resurrections”
  • “Sem Tempo para Morrer”

MELHOR SOM 

  • “Um Lugar Silencioso: Parte II”, Erik Aadahl, Michael Barosky, Brandon Proctor, Ethan Van Der Ryn
  • “Dune”, Ron Bartlett, Theo Green, Doug Hemphill, Mark Mangini, Mac Ruth – VENCEDOR
  • “Last Night in Soho”, Tim Cavagin, Dan Morgan, Colin Nicolson, Julian Slater
  • “No Time to Die”, Simon Hayes, Paul Massey, Oliver Tarney
  • “West Side Story”, Brian Chumney, Tod Maitland, Shawn Murphy, Andy Nelson, Gary Rydstrom

MELHOR CURTA-METRAGEM BRITÂNICA

  • “The Black Cop”, Cherish Oleka – VENCEDOR
  • “Femme”, Sam H. Freeman, Ng Choon Ping, Sam Ritzenberg, Hayley Williams
  • “The Palace”, Jo Prichard
  • “Stuffed” Theo Rhys, Joss Holden-Rea
  • “Three Meetings of the Extraordinary Committee”, Michael Woodward, Max Barron, Daniel Wheldon

MELHOR CURTA-METRAGEM BRITÂNICA DE ANIMAÇÃO

  • “Affairs of the Art” Joanna Quinn, Les Mills
  • “Do Not Feed the Pigeons”, Jordi Morera – VENCEDOR
  • “Night of the Living Dread” Ida Melum, Danielle Goff, Laura Jayne Tunbridge, Hannah Kelso

ESTRELA EM ASCENSÃO (EE RISING STAR) – VOTADO PELO PÚBLICO

  • ARIANA DEBOSE
  • HARRIS DICKINSON
  • LASHANA LYNCH – VENCEDOR
  • MILLICENT SIMMONDS
  • KODI SMIT-MCPHEE

 

Skip to content