Festival de Berlim - Filmes em Competição

Ao longo deste mês a organização do Berlinale tem divulgado a lista de filmes a estrear na 63ª edição do Festival de Berlim, que irá abrir com “The Grandmaster”, de Wong Kar Wai. A competição pelo Urso de Ouro conta para já com doze filmes europeus, três americanos, dois asiáticos e um do Canadá. Destaca-se “Camille Claudel 1915” de Bruno Dumont, “Paradise: Hope” de Ulrich Seidl, “Promised Land” de Gus Van Sant, “Nobody’s Daughter Haewon” de Hong Sang soo e “Closed Curtain” de Jafar Panahi e Kambozia Partovi. Sabe-se ainda que o último filme do ator River Phoenix, que faleceu em 1993 aos 23 anos de idade, “Dark Blood”, de George Sluizer, também será exibido no certame.

 

Portugal vai contar com a participação de quatro filmes no Berlim 2013. O documentário “Terra de Ninguém” de Salomé Lamas e a ficção “A Batalha de Tabatô” de João Viana foram seleccionados para a secção Fórum. João Viana tem ainda outro filme no certame, com a curta “Tabotô”, que foi seleccionado para a competição de curtas-metragens de Berlim. Por último, o filme “Um Fim do Mundo”, de Pedro Pinho, será exibido na secção infanto-juvenil Generation. Destaque ainda para o filme do conceituado cineasta dinamarquês Bille August“Night Train To Lisbon”, uma co-produção entre Portugal (com apoio do ICA e do Cinemate Portugal – estreia 21 de março) e a Alemanha.

 

O Urso de Ouro Honorário (Prémio Carreira) será atribuído ao documentarista e produtor francês Claude Lanzmann, conhecido pelo documentário de nove horas sobre o holocausto, “Shoah” (1985). A cerimónia da entrega do prémio será comemorada com a projecção do documentário “Sobibór, 14 octobre 1943, 16 heures” (2001). O certame decorre de 7 a 17 de fevereiro em Berlim.

 

Filmes da Competição Oficial:

A Long and Happy Life, de Boris Khlebnikov (Rússia)

Prince Avalanche, de David Gordon Green (EUA)

Harmony Lessons, de Emir Baigazin (Cazaquistão/Alemanha)

Vic + Flo Saw a Bear, de Denis Côté (Canadá)

In the Name of, de Malgoska Szumowska (Polónia)

Camille Claudel 1915, de Bruno Dumont (França)

On My Way, de Emmanuelle Bercot (França)

An Episode in the Life of an Iron Picker, de Danis Tanovic (Bósnia/Herzegovina/França)

Gloria, de Sebastián Lelio (Chile/Espanha)

Gold, de Thomas Arslan (Alemanha)

La Religieuse, de Guillaume Niclux (Bélgica)

Layla Fourie, de Pia Marais (Alemanha/África do Sul/Holanda)

Nobody’s Daughter Haewon, de Hong Sang soo (Coréia do Sul)

Paradise: Hope, de Ulrich Seidl (Áustria/França/Alemanha)

Child’s Pose, de Calin Peter Netzer (Roménia)

Closed Curtain, de Jafar Panahi e Kambozia Partovi (Irão)

Promised Land, de Gus Van Sant (EUA)

Side Effects, de Steven Soderbergh (EUA)

 

Fora de Competição:

Before Midnight, de Richard Linklater (EUA/Grécia)

Dark Blood, de George Sluizer (Holanda)

Night Train to Lisbon, de Bille August (Alemanha/Suíça/Portugal)

The Croods, de Kirk De Micco (EUA)

The Grandmaster, de Wong Kar Wai (Hong Kong/China) – Filme de Abertura

 

Berlinale Especial

Redemption Impossible, de Christian Rost e Claus Strigel (Alemanha)

Les Misérables, de Tom Hooper (Reino Unido)

Fatal Assistance, de Raoul Peck (França/EUA/Bélgica)