Berlim 2014: Ken Loach receberá Urso de Ouro honorário

Ken Loach_1

A 64ª edição Festival Internacional de Cinema de Berlim irá homenagear o cineasta britânico Ken Loach, um dos mais importantes da atualidade, com um Urso de Ouro honorário pela sua carreira. O diretor do festival descreveu Loach como “um dos grandes realizadores europeus”. A cerimónia da entrega do prémio contará com a exibição do seu filme “Chuva de Pedras” (1993) (vencedor do Prémio do Júri no Festival de Cannes). Com mais de cinquenta anos de carreira, o certame irá exibir outros dez filmes marcantes da sua obra: “Cathy Come Home” (1966), “Kes” (1969), “The Gamekeeper” (1980), “Ladybird Ladybird” (1994), “Land and Freedom” (1995), “My Name Is Joe” (1998), “The Navigators” (2001), “Sweet Sixteen” (2002) e “Looking for Eric” (2009).

O filme “Kes” (1969) é um excelente exemplo do cinema de Loach, sendo que é talvez o filme que poderá representar a sua grande obra. Um filme que é um verdadeiro marco do cinema britânico e uma bela homenagem à infância, que nos fala também da solidão e da amizade. Os filmes dele são muitas vezes políticos, que abordam o conflito entre Irlanda e Inglaterra, “um filme não é um movimento político, uma festa ou sequer um artigo. No máximo, pode juntar a sua voz ao ultraje público”. Loach filma muitas vezes com não atores, nos próprios locais e sobre temas que são reais para aquelas pessoas, pelo que os seus filmes sempre se aproximaram bastante de um estilo documental.

Em 2006, o filme “Brisa de Mudança” valeu-lhe a Palma de Ouro em Cannes. O seu mais recente filme é o documentário “The Spirit of ’45”, que recorre a imagens de arquivo (estreia a 13 de março de 2014 em Portugal).

O certame, que irá ter “The Grand Budapest Hotel”, de Wes Anderson, como filme de abertura, decorre de 6 a 16 de fevereiro em Berlim.