Brasil: Canal Brasil soma 38 nomeações ao Prémio Grande Otelo

Os maiores destaques são os longas “Pérola” e “O Rio do Desejo”, coproduções finalistas em cinco categorias cada uma
OS FILMES MAIS ESPERADOS DE 2019 4 1 OS FILMES MAIS ESPERADOS DE 2019 4 2

O Canal Brasil está presente no 23º Prémio Grande Otelo com 38 nomeações, incluindo sete coproduções e sete licenciamentos de filmes e séries selecionados como finalistas.

A cerimónia de entrega de prémios está marcada para 28 de agosto na Cidade das Artes Bibi Ferreira, no Rio de Janeiro, com transmissão em direto para todo o país pelo Canal Brasil.

Destaques

O filme “Pérola”, de Murilo Benício, uma coprodução do canal, destaca-se com cinco indicações, incluindo Melhor Longa-Metragem de Comédia e Melhor Atriz (Drica Moraes).

Outro destaque é “O Rio do Desejo”, de Sérgio Machado, também uma coprodução, que concorre a cinco troféus, como Melhor Direção de Fotografia e Melhor Ator Secundário (Gabriel Leone). O filme será exibido no canal no dia 27 de julho.

Outros filmes

Outros quatro filmes coproduzidos pelo Canal Brasil receberam nomeações para o principal prémio do setor audiovisual nacional.

“Medusa”, realizado por Anita Rocha da Silveira, concorre em quatro categorias, incluindo Melhor Realização.

“Levante”, de Lillah Halla, está na disputa em duas categorias, destacando-se Melhor Atriz Secundária (Grace Passô).

Além disso, “Andança – Os Encontros e as Memórias de Beth Carvalho”, realizado por Pedro Bronz, e “Nada Será Como Antes”, de Luisa Lima e Isabella Teixeira, disputam o prémio de Melhor Documentário de Longa-metragem.

Licenciamentos

Entre os sete licenciamentos do Canal Brasil que estão concorrendo, o maior destaque é “Tia Virgínia”, de Fabio Meira, nomeado em sete categorias, entre elas Melhor Atriz de Longa-Metragem (Vera Holtz) e Melhor Argumento Original.

Os longas licenciados “Noites Alienígenas”, de Sérgio de Carvalho, “Três Tigres Tristes”, de Gustavo Vinagre, e os curtas “Os Animais Mais Fofos e Engraçados do Mundo”, de Renato Sircili, “Yãmî Yah-Pá |Fim da Noite”, de Vladimir Seixas, e “As Marias”, de Dannon Lacerda, também estão na disputa.

Skip to content