A organização do 69º Festival de Cannes fez uma última atualização à seleção oficial, anunciada a 14 de abril. Entre os filmes acrescentados à selecção oficial encontra-se “The Salesman” do iraniano Asghar Farhadi (“Uma Separação”), na competição oficial; “Hell or High Water” de David Mackenzie e “Eshtbak” (“Clash”) de Mohamed DIAB vão integrar a secção Un Certain Regard, sendo que o último será o filme de abertura desta secção; nas Sessões da Meia Noite foi acrescentado o filme de ação “Blood Father” do francês Jean-François Richet, protagonizado por Mel Gibson. Foram ainda adicionados mais três filmes às Sessões Especiais.

Esta semana a organização revelou ainda o programa para o Cannes Classics: “Bertrand Tavernier em estreia mundial, William Friedkin em conversa, uma celebração Cannes 1966, os 70 anos da Fipresci, Wiseman & Depardon, dois gigantes do cinema documentário, filmes desconhecidos provenientes de países raros, cinematecas de honra, Europa de Leste em força, documentários sobre o cinema, grandes filmes populares, cinema de géneros, ficção científica, comédia, animação, terror gótico, western: eis o Cannes Classics de 2016.”

A 69ª edição do Festival de Cannes decorre de 11 a 22 de maio, com o realizador australianos George Miller a presidir ao júri das longas-metragens.

Fora de Competição – Filme de Abertura
Café Society, de Woody Allen (EUA)

Competição Oficial
Toni Erdmann, de Maren Ade (Alemanha)
Julieta, de Pedro Almodóvar (Espanha)
American Honey, de Andrea Arnold (Reino Unido)
Personal Shopper, de Olivier Assayas (França)
La Fille Inconnue, de Jean-Pierre Dardenne e Luc Dardenne (Bélgica)
Juste La Fin du Monde (It’s Only the end of the World), de Xavier Dolan (Canadá)
Ma Loute (Slack Bay), de Bruno Dumont (França)
Mal de Pierres, de Nicole Garcia (França)
Rester Vertical, de Alain Guiraudie (França)
Paterson, de Jim Jarmusch (EUA)
Aquarius, de Kleber Filho Mendonça (Brasil)
I, Daniel Blake, de Ken Loach (Reino Unido)
Ma’ Rosa, de Brillante Mendoza (Filipinas)
Bacalaureat, de Cristian Mungiu (Roménia)
Loving, de Jeff Nichols (EUA)
Agassi (The Handmaiden), de Chan-Wook Park (Coreia do Sul)
The Last Face, de Sean Penn (EUA)
Sieranevada, de Cristi Puiu (Roménia)
Elle, de Paul Verhoeven (Holanda)
The Neon Demon, de Nicolas Winding Refn (Dinamarca)
The Salesman, de Asghar Farhadi (Irão)

Un Certain Regard
Eshtbak (Clash), de Mohamed DIAB (Egito) – Filme de Abertura
Varoonegi (Inversion), de behnam Behzadi (Irão)
Apprentice, de Junfeng Boo (Singapura)
Voir du Pays (The Stopover), de Delphine Coulin, Murel Coulin (França)
La Danseuse (The Dancer), de Stéphanie Di Giusto (França)
Eshtebak (Clash), de Mohamed Diab (Egito)
La Tortue Rouge (Red Turtle), de Michael Dudok De Wit (Holanda)
Funchi ni Tatsu (Harmonium), de Kôji Fukada (Japão)
Omor Shakhsiya (Personal Affairs), de Maha Haj (Israel)
Me’ever Laharim Vehagvaot (Beyond the Mountains and Hills), de Eran Kolirin (Israel)
After the Storm, de Hirokazu Kore-eda (Japão)
Hymyileva Mies (The Happiest day in the life of Olli Maki), de Juho Kuosmanen (Finlândia)
La Larga Noche de Francisco Sanctis (Francisco Sanctis’s Long Night), de Francisco Márquez, Andrea Testa (Argentina)
Caini (Dogs), de Bogdan Mirica (Roménia)
Pericle il Nero, de Stefano Mordini (Itália)
The Transfiguration, de Michael O’Shea (EUA)
Captain Fantastic, de Matt Ross (EUA)
Uchenik (The Student), de Kirill Serebrennikov (Rússia)
Hell or High Water, de David Mackenzie (Reino Unido)

Fora de Competição
The Nice Guys, de Shane Black (EUA)
Money Monster, de Jodie Foster (EUA)
Goksung, de Hong-Jin Na (Coreia do Sul)
Disney’s The BFG, de Steven Spielberg (EUA)

Sessões da Meia-Noite
Gimme Danger, de Jim Jarmusch (EUA)
Bu-San-Haeng (Train to Busan), de Sang-Ho Yeon (Coreia do Sul)
Blood Father, de Jean-François Richet (França)

Sessões Especiais
L’Ultima Spiaggia (The Last Resort), de Thanos Anastopoulos (Grécia) e Davide Del Degan (Itália)
Hissein Habré, Une Tragédie Tchadienne (Hissein Habré, A Chadian Tragedy), de Mahamat-Saleh Haroun
Exil, de Rithy Panh (Cambodja)
La Mort de Louis XIV (The Las Days of Louis XIV), de Albert Serra (Espanha)
Le Cancre, de Paul Vecchiali (França)
Wrong Elements, de Jonathan Littell (EUA)
La Forêt de Quinconces, de Grégoire Leprince-Ringuet (França)
Chouf, de Karim Dridi (França / Tunisia)