Cannes 2021: Seleção da 53.ª edição da Quinzena dos Realizadores

Foi divulgada a seleção oficial da 53.ª edição da Quinzena dos Realizadores, seção paralela e não competitiva, da 74.ª edição do Festival de Cannes, a decorrer entre 7 a 17 de julho.

A programação da Quinzena dos Realizadores de Cannes 2021 é composta por filmes de Joanna Hogg, Panah Panahi, Clio Barnard, Jonas Carpignano e Miguel Gomes.

“Ouistreham”, do francês Emmanuel Carrère, protagonizado por Juliette Binoche, que interpreta uma escritora que se disfarça como faxineira na cidade portuária de Ouistreham, no norte da França, para pesquisar um livro que explora a crescente precariedade social, será o filme de abertura da 53.ª Semana dos Realizadores.

Ouistreham-Cannes-2021-1
“Ouistreham”, de Emmanuel Carrère

“A Chiara”, a terceira longa do cineasta italiano Jonas Carpignano, “Hit the Road”, de Panah Panahi, “Ali & Ava”, de Clio Barnard, “The Souvenir Part II”, de Joanna Hogg, The Tsugua Diaries”, de Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro, “Medusa”, de Anita Rocha da Silveira, estão entre os 24 filmes com estreia mundial na 53.ª edição da Quinzena dos Realizadores.

O cineasta português Miguel Gomes regressa à Quinzena dos Realizadores seis anos depois de ter apresentado a trilogia de “As Mil e uma Noites”. Miguel Gomes regressa agora com “The Tsugua Diaries” (“Diários de Otsoga”), um trabalho conjunto com a documentarista francesa Maureen Fazandiero, filmado em 16mm em Portugal (em Sintra) durante o confinamento. Produzido pela O Som e a Fúria e Uma Pedra no Sapato, com apoio da RTP, com argumento de Maureen Fazendeiro, Miguel Gomes e Mariana Ricardo, o elenco é composto por Crista Alfaiate, Carloto Cotta e João Nunes Monteiro. A fotografia é de Mário Castanheira, o som de Vasco Pimentel e Miguel Martins e a montagem de Pedro Filipe Marques. Depois da estreia mundial em Cannes, “Diários de Otsoga” estreia comercialmente em França a 14 de julho, e em Portugal estreia nas salas comerciais a 19 de agosto.

diarios-de-otsoga-cannes-2021-1

Um terço dos 24 novos filmes são uma estreia na realização. É o caso de “Hit The Road”, do realizador iraniano Panah Panahi, a primeira longa-metragem do filho de Jafar Panahi, “A Night Of Knowing Nothing”, do cineasta indiano Payal Kapadia, e “The Sea Ahead”, do libanês Ely Dagher.

74.ª edição do Festival de Cannes realiza-se entre 6 a 17 de julho de 2021.

53.ª QUINZENA DOS REALIZADORES

Longa-Metragem
A Chiara, de Jonas Carpignano
Ali & Ava, de Clio Barnard
Between Two Worlds, de Emmanuel Carrère
The Braves, de Anaïs Volpé
A Brighter Tomorrow, de Yassine Qnia
Clara Sola, de Nathalie Álvarez Mesen
The Employer and the Employee, de Manuel Nieto
Europa, de Haider Rashid
Futura, de Pietro Marcello, Francesco Munzi, Alice Rohrwacher
Întregalde, de Radu Muntean
The Hill where Lionesses Roar, de Luàna Bajrami
Hit the Road, de Panah Panahi
Magnetic Beats, de Vincent Cardona
Medusa, de Anita Rocha da Silveira
Murina, de Antoneta Alamat Kusijanović
Neptune Frost, de Saul Williams, Anisia Uzeyman
A Night of Knowing Nothing, de Payal Kapadia
Our Men, de Rachel Lang
Returning to Reims (Fragments), de Jean-Gabriel Périot
Ripple of Life, de Shujun Wei
The Sea Ahead, de Ely Dagher
The Souvenir Part II, de Joanna Hogg
The Tale of King Crab, de Alessio Rigo de Righi, Matteo Zoppis
The Tsugua Diaries, de Miguel Gomes, Maureen Fazendeiro

Curtas e Médias Metragens
Anxious Body, de Yoriko Mizushiri
The Sidereal Space, de Sebastián Schjaer
Simone Is Gone, de Mathilde Chavanne
Sycorax, de Lois Patiño, Matías Piñeiro
The Parents’ Room, de Diego Marcon
The Vandal, de Eddie Alcazar
The Windshield Wiper, de Alberto Mielgo
Train Again, de Peter Tscherkassky
When Night Meets Dawn, de Andreea Cristina Borțun

Skip to content