Arranca hoje a 42.ª edição do CINANIMA – Festival Internacional de Cinema de Animação de Espinho, o maior festival de cinema de animação realizado em Portugal e um dos mais antigos do género em todo o mundo. A sessão de abertura está marcada para as 22h na Sala António Gaio do Centro Multimeios de Espinho com a exibição de Mais um Dia de Vida”, de Raúl de la Fuente e Damian Nenow, que estreou no Festival de Cannes e em San Sebastián, onde ganhou o Prémio do Público.

“Mais um Dia de Vida” é a adaptação ao cinema do livro homónimo de Ryszard Kapuscinski, um dos grandes repórteres de guerra do século XX. No verão de 1975,  é enviado para Angola numa altura em que os portugueses estão em debandada e os movimentos de libertação se envolvem numa guerra civil sem tréguas. Kapuscinski é uma testemunha ímpar do nascimento conturbado de um novo país.

Com mais de 110 filmes em secções competitivas, a 42.ª edição apresenta na competição internacional 44 curtas-metragens e quatro longas: “Harvie and the Magic Museum”, de Martin Kotík, (República Checa), “Un Homme Est Mort”, de Olivier Cossu, (França), “Virus Tropical”, de Santiago Caicedo, (Colômbia), “Wall”, de Cam Christiansen, (Canadá).

A Sérvia é o país em destaque este ano, tendo direito a uma retrospectiva da animação contemporânea da Sérvia, em colaboração com o BALKANIMA – European Animated Film Festival, uma retrospectiva do 70.º Aniversário da NATFA – Academia Nacional de Teatro e Cinema da Bulgária e uma homenagem a Nikola Majdak (1927-2013), um dos principais realizadores desse país. A animação contemporânea de países como Polónia, Eslováquia, Lituânia e Finlândia também têm direito a retrospectivas.

Para além do grande número de filmes desta edição, o Cinanima oferece um vasto leque de Workshops e Masterclasses com nomes já estabelecidos da indústria da Animação e Ilustração, como por exemplo Abi Feijó, Luís Félix Alípio, Nuno Amorim e Patrícia RodriguesO Cinanima acontece até 18 de novembro.

Competição Nacional
Prémio António Gaio
4 Estados da Matéria, de Miguel Pires De Matos
28 de Outubro, de Tiago Albuquerque
À Tona, de Filipe Abranches
Agouro, de David Doutel, Vasco Sá
Ensaio Sobre a Morte, de Margarida Madeira
Entre Sombras, de Mónica Santos, Alice Guimarães
Razão Entre Dois Volumes, de Catarina Sobral

Prémio Jovem Cineasta (mais de 18)
A Raíz da Saudade, de Filipa Burmester
Bruma, de Sofia Cachim, Gabriel Peixoto, Mónica Correia, Daniela Santos
Duality, de Eldiogo
Inkfulness, de Inês Carrilho, Maria Luís Vieira, Marta Domingos
IVI, de Carolina Santos, Marta Saramago
O Chapéu, de Alexandra Allen
Paper Flower, de Margarida Neves
Right to Say No, de Inês Delicioso
The Voyager, de João Gonzalez
Voo Sem Retorno, de Jocelino Alexandre Da Rocha Bragança Rodrigues
Vozes Ao Vento, de Pedro Ferreira, Elton Fortes, Feliz Lima, Pedro Ferreira

Prémio Jovem Cineasta (mais de 18)
A Ilha dos Doces , de Coletivo do Agrupamento de Escolas Dr. Mário Fonseca Nogueira
Agulha de Marear, de Estudantes do 6º ano sob orientação de Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues
Assombriação, de Coletivo de alunos do 7º ano do Agrupamento de Escolas de Lousada-Este – Caíde de Rei
Harmos, de Coletivo de crianças e jovens de Abrantes sob orientação de Ícaro Pintor e Tânia Duarte
O Livro dos Sonhos, de Crianças das Oficinas da Anilupa – Alunos do 3º ano da Escola Básica de Monte Aventino
Nuno e a Sereia, de Crianças das Oficinas da Anilupa – Alunos da turma 4ª da Escola Básica do Viso
Uma Manhã na Feira, de Alunos da ESMAD e do 12º ano sob orientação de Laura Gonçalves e Xá

Fonte: Cinanima