CineAvante 2014_1

Vem aí a 38ª Festa do Avante!, de 5 a 7 de setembro, na Quinta da Atalaia, com o seu habitual espaço dedicado ao cinema, o CineAvante. “Bem no coração do Espaço Central, este é um espaço onde o visitante da Festa pode ver o que de melhor e mais actual se faz no cinema português, onde o visitante pode falar com realizadores, actores e outros participantes, num ambiente de liberdade, crítica e criatividade que é também a Festa”. Entre ficção, documentário e animação, o programa é variado, passando por filmes como “A Lei da Terra” (1977) de Alberto Seixas Santos, “O Acto de Matar” (2012) de Joshua Oppenheimer, “Terra de Ninguém” (2012) de Salomé Lamas e “48” (2009) de Susana de Sousa Dias. A edição deste ano do CineAvante fez uma parceria com o Shortcutz Lisboa, para a exibição de alguns dos melhores filmes que passaram este ano pelo Bar Bicaense.

A organização da Festa do Avante promete assinalar os 40 anos do 25 de abril, um dos mais importantes acontecimentos da história de Portugal, com a projecção de um ciclo de filmes dedicados ao 40.º Aniversário da Revolução de AbrilA animação infantil voltará ao CineAvante! com a exibição de diversas animações trazidas a Portugal pela mão de Vasco Granja, no 40.º Aniversário do início das emissões de “Cinema de Animação”, na RTP.

“Apesar da sua curta existência, o CineAvante! já conquistou um lugar incontornável na Festa. Aqui, junto ao Espaço Central, o visitante tem a possibilidade de encontrar num só local o que de melhor e mais actual se faz no cinema português. Para além disto, fomenta-se o encontro com realizadores, actores e outros participantes num verdadeiro «cinedebate» enquadrado no ambiente mais amplo de liberdade, crítica e criatividade que é também a Festa.”. 

 

Longas-metragens

  • As Armas e o Povo, de Colectivo de Trabalhadores da Actividade Cinematográfica (Documentário, 1975)
  • Continuar a Viver ou Os Índios da Meia-Praia, de António da Cunha Telles (Documentário, 1976)
  • A Fuga, de Luís Filipe Rocha (Ficção, 1976)
  • As Desventuras do Drácula von Barreto nas Terras da Reforma Agrária, de Célula de Cinema do PCP (Ficção, 1977)
  • A Lei da Terra, de Alberto Seixas Santos (Documentário, 1977)
  • 48, de Susana de Sousa Dias (Documentário, 2009)
  • Terra de Ninguém, de Salomé Lamas (Documentário, 2012)
  • O Acto de Matar, de Joshua Oppenheimer (Documentário, 2012)
  • Até Amanhã, Camaradas, de Joaquim Leitão (Ficção, 2013)
  • Caçadores de Anjos, de Isabel Medina (Ficção, 2014)

Curtas-metragens

  • As Paredes Pintadas da Revolução Portuguesa, de António Campos (Documentário, 1976)
  • 25 de Abril – Uma Aventura para a Democracia, de Edgar Pêra (Documentário, 2000)
  • Plataformas e Seguranças, de Ricardo Guerreiro (2014)

Shortcutz Lisboa

  • O Cágado, de Luís da Matta Almeida e Pedro Lino (Animação)
  • Ninja Gold Miners, de Ana Brígida
  • Dios por el Cuello, de José Trigueiros (Ficção, 2013)
  • Rhoma Acans, de Leonor Teles (Documentário, 2012)
  • Dona Fúnfia, de Margarida Madeira (Animação)
  • Som do Silêncio, de Paulo Grade e João Lourenço (Ficção)

CineAvante 2014_2

Fonte: Festa do Avante