Já são conhecidos os nomes daqueles, que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, nomeia todos os anos, pelas suas contribuições à sétima arte. São eles, Coppola, Godard, Wallach e Brownlow. Os Óscares Horários serão entregues numa cerimónia à parte, na apresentação dos Governors Awards (troféus honorários), no sabádo, 13 de Novembro de 2010.

 

Francis Ford Coppola, de 72 anos, já recebeu cinco óscares (1 por “Patton”, em 1970, Melhor Argumento Original; 1 pelo “Padrinho”, em 1972, Melhor Argumento Adaptado; 3 pelo “Padrinho – Parte II”, em 1975, Melhor Argumento Adaptado, Melhor Realizador e Melhor Filme). Os seus filmes mais marcantes são “O Padrinho” (1972) e “Apocalypse Now” (1979).

 

Jean-Luc Godard, de 79 anos, é um dos mais conceituados cineasta franceses ainda vivo. Reconhecido por um cinema vanguardista e polémico, é um dos mestres da nova Vaga Francesa, que criou juntamente com, François Truffaut, Alain Resnais, Jacques Rivette, Claude Chabrol e Eric Rohmer. Os seus filmes mais marcantes são, “O Acossado” (1959), “Bando à Parte” (1964), “Alphaville” (1965) e “Pierrot le fou” (1965).

 

Eli Wallach, de 95 anos, é um ator norte-americano. Participou na “Trilogia dos Dólares”, de Sergo Leone (“Por um Punhado de Dólares” (1964), “Por Mais alguns Dólares” (1965) e “O Bom, o Mau e o Vilão” (1966)). Este último, marcou a carreira de Wallach, com o seu papel mais conhecido, o de Tuco Maria, o “Vilão”. Também entrou no filme “Os Sete Magníficos” (1960).

 

Kevin Brownlow, de 72 anos é um famoso documentarista do cinema mudo. Tem feito sobretudo um trabalho de pesquisa, publicando livros e realizado documentários. Também teve um papel importante em restaurar filmes mudos, como o “Napoleão”  (1927) de Abel Gance.