Destaque da Semana: “00:30 A Hora Negra”

Destaque da Semana: "00:30 A Hora Negra"

O destaque desta semana vai para o thriller “00:30 A Hora Negra”, realizado por Kathryn Bigelow (Óscar de melhor realizadora por “Estado de Guerra”). Apesar de muito elogiado pela crítica, o filme tem sido rodeado por polémica, especialmente após a carta aberta de Naomi Wolf a Kathryn Bigelow. Nela, a escritora definia o filme como “um anúncio publicitário de duas horas, muito bem filmado”, destinado a manter fora da prisão os agentes dos serviços secretos que cometeram crimes em Guantánamo. Insinuava também que o financiamento da obra seria difícil sem a aprovação do sector militar e que, tal como Leni Riefenstahl legitimou e glorificou o regime nazi alemão, Bigelow subscreve as “mentiras do regime”: a de que “esta brutalidade [a tortura] é de alguma forma necessária”. “00:30 A Hora Negra” chega hoje aos cinemas portugueses.

 

A 11 de Setembro de 2001, o mundo assistia em directo a um dos mais arrepiantes ataques terroristas de sempre. O acontecimento deu origem a uma época de instabilidade e medo sem precedentes e, por esse motivo, foram somados esforços para capturar Osama Bin Laden, o líder da Al Qaeda, organização responsável pelos ataques. Maya (Jessica Chastain), agente da CIA, é uma das responsáveis pela operação, de mais de uma década, que levou militares americanos a entrar no Paquistão onde, em Maio de 2011, Bin Laden foi capturado e morto. O filme segue o seu trajecto.

Sinopse: Cinecartaz Público