O destaque da semana é “A Revolução Silenciosa”, adaptado da obra homónima do escritor e ensaísta alemão Dietrich Garstka, um filme baseado em factos verídicos que reflecte sobre questões sociais e políticas posteriores à Segunda Grande Guerra. A realização é da responsabilidade de Lars Kraume (“Fritz Bauer: Agenda Secreta”). Leonard Scheicher, Anna Lena Klenke e Carina N. Wiese dão vida às personagens. “A Revolução Silenciosa” estreia hoje nas salas de cinema nacionais.

Em 1956, na República Democrática Alemã, alunos de uma escola da cidade socialista de Stalinstadt (actual Eisenhüttenstadt) decidem fazer um minuto de silêncio em honra das vítimas da violência das tropas soviéticas durante a Revolução Húngara, uma revolta popular contra as políticas impostas pelo Governo daquele país. Mas o protesto dos jovens, que pretendia ser essencialmente simbólico, acaba por tomar proporções que nenhum deles estava preparado para enfrentar…