O destaque da semana vai para “Hitchcock/Truffaut”, de Kent Jones, o filme sobre a mítica entrevista do jovem crítico e realizador François Truffaut a Alfred Hitchcock. “Hitchcock/Truffaut” estreia hoje nas salas de cinema nacionais.

Em 1962, François Truffaut e Alfred Hitchcock encontram-se durante uma semana numa sala dos estúdios da Universal para uma série de entrevistas sobre cinema. Durante esse tempo, os dois realizadores discutiram a obra completa de Hitchcock e a sua forma inovadora de filmar. Truffaut, apesar de na altura ser ainda bastante jovem, era já internacionalmente conhecido por trabalhos como “Os Quatrocentos Golpes” (1959) ou “Disparem sobre o Pianista” (1960). Já em 1966, e com essas conversas como base, Truffaut editou “Le Cinéma Selon Alfred Hitchcock”, um livro sem paralelo que se tornou quase imediatamente uma espécie de bíblia para todos os amantes de cinema, influenciando muitos realizadores e jovens artistas da época. Nele, Truffaut ilustra algumas das mais importantes lições de cinema de sempre, dando a conhecer o génio criador por detrás de títulos tão incontornáveis como “Mentira”, “Difamação”, “Chamada para a Morte”, “Vertigo – A Mulher Que Viveu Duas Vezes” ou “Psico”. Quase meio século depois da edição deste livro, o documentarista Kent Jones (“A Letter to Elia”) utiliza as gravações originais do encontro e, para entender a forma como a obra influenciou o cinema desde então, junta alguns dos mais importantes cineastas e recolhe os seus testemunhos pessoais. Entre as personalidades entrevistadas estão Martin Scorsese, David Fincher, Arnaud Desplechin, Kiyoshi Kurosawa, Wes Anderson, James Gray, Olivier Assayas, Richard Linklater, Peter Bogdanovich e Paul Schrader.

Sinopse: Cinecartaz Publico