Destaque da Semana: “Pára-me de Repente o Pensamento”

O destaque da semana vai para “Pára-me de Repente o Pensamento”, o novo filme do documentarista Jorge Pelicano (“Ainda Há Pastores” e “Pare, Escute, Olhe”). Integrou a selecção oficial da 12ª edição do Doclisboa e a 57ª edição do DOK Leipzig – Festival Internacional de Documentário e Animação de Leipzig e venceu três prémios nos Caminhos do Cinema Português (Grande Prémio, Prémio do Público, Melhor Realizador). “Pára-me de Repente o Pensamento” estreia hoje nos cinemas nacionais.

“Pára-me de repente o pensamento/Como que de repente refreado/Na doida correria em que levado/Ia em busca da paz, do esquecimento…” Assim começa o poema publicado em 1915 na revista “Orpheu”, da autoria de Ângelo de Lima. Em 1894, o poeta e pintor foi internado no Centro Hospitalar Conde de Ferreira (Porto) com o diagnóstico de “delírio de perseguição”. Para reencontrar a personagem para a sua peça de teatro, o actor Miguel Borges decide passar três semanas com os actuais pacientes do hospital. Durante esse tempo, partilha com eles as conversas, as refeições, as terapias, o café e os cigarros. Jorge Pelicano pega na câmara e segue os seus passos, filmando 250 horas desse convívio e aprendizagem. A montagem final resultou num tratado de uma hora e meia sobre a loucura e a lucidez.

Sinopse: Cinecartaz Público