O destaque desta semana vai para uma produção do Brasil, “Que Horas Ela Volta?”. Um filme dramático sobre a diferença de classes no Brasil que conta com realização e argumento da brasileira Anna Muylaert (“É Proibido Fumar”, “Chamada a Cobrar”). Depois da passagem pelo Festival de Cinema de Sundance (onde recebeu o Prémio do Júri) e pelo Festival de Berlim (onde arrecadou o Prémio do Público), “Que Horas Ela Volta?” é o candidato brasileiro à nomeação para a categoria de Melhor Filme Estrangeiro na 88.ª edição dos Óscares, agendada para o dia 28 de Fevereiro de 2016, em Los Angeles, EUA. O elenco conta com Regina Casé, Camila Márdila, Michel Joelsas, Karine Teles e Lourenço Mutarelli. “Que Horas Ela Volta?” estreia hoje nas salas de cinema nacionais.

Val deixou a cidade de Pernambuco (Brasil), para ir trabalhar como empregada doméstica em São Paulo. Para se sustentar e poder enviar dinheiro, deixou Jéssica, a filha ainda pequena, para ser criada com os avós. Durante 13 longos anos, ela vive afastada da família, dedicando-se totalmente a educar e criar Fabinho, o filho dos patrões. É então que Jéssica, já quase mulher, lhe pede para ir para São Paulo para fazer os exames para ingressar na universidade. Os patrões de Val, contentes com a notícia, insistem para que a rapariga fique em sua casa. Porém, a chegada dela vem pôr em risco o equilíbrio que até aí existiu entre a submissão cega da empregada e o poder do dinheiro…

Sinopse: Cinecartaz Público