O destaque desta semana vai para a quarta longa-metragem de Joaquim Sapinho, depois de “Corte de Cabelo” (1995), “A Mulher Polícia” (2003) e “Diários da Bósnia” (2005), “Deste Lado da Ressurreição” teve a sua estreia mundial na selecção oficial do Festival de Cinema de Toronto no Canadá, na secção Visions, dedicada aos filmes que, nesse ano, contribuíram para a expansão das possibilidades poéticas do cinema. O filme foi escolhido como um dos dez melhores do ano na revista nova-iorquina “Film Comment” e teve antestreia nos EUA nas mais prestigiadas cinematecas do país: a Harvard Film Archive (Cinemateca da Universidade de Harvard) e Anthology. “Deste Lado da Ressurreição” estreia hoje nos cinema nacionais.

 

Rafael (Pedro Sousa, campeão júnior de surf do Guincho) é um jovem surfista perdido no mundo, desenquadrado de tudo e de todos. Com uma grande violência interior, que se reflecte no seu corpo e na maneira como surfa, busca um sentido para a sua vida. E será ali, entre a praia do Guincho, o Convento dos Capuchos e a serra de Sintra, que vai finalmente encontrar o seu lugar…
Sinopse: Cinecartaz Público