A Walt Disney Company fechou hoje mega acordo com um dos maiores estúdios de cinema do mundo, a 21st Century Fox. O negócio, a ser discutido ao longo de várias semanas, ficou concluído hoje com a Disney a comprar a 21st Century Fox por 52,4 mil milhões de dólares (cerca de 44,5 mil milhões de euros).

A compra da maioria dos ativos da 21st Century Fox inclui a 20th Century Fox Film and Television studios, Fox Searchlight Pictures, Fox 2000, 20th Century Fox Television, os canais Sky, Star, FX, National Geographic, Fox21, Fox Sports Regional Networks, Fox Networks Group International, a plataforma online Hulu, e Endemol Shine Group.

A Disney passa a partir de agora a ser um forte concorrente da Netflix, Apple, Amazon, Google e Facebook, no campo do vídeo online. Passa a ser um verdadeiro concorrente contra os gigantes tecnológicos, podendo no futuro a Disney lançar um serviço de streaming semelhante à Netflix.

Esta fusão permitirá à Disney ter acesso ao vasto catálogo de filmes da 20th Century Fox, fundada em 1935 entre a partir das companhias Fox Films e 20th Century Pictures, que reune clássicos como “Música no Coração”, “Titanic”, “As Vinhas da Ira”, “O Dia Mais Longo”, “Cleópatra”, “Eduardo Mãos de Tesoura”, “Avatar” e o primeiro filme “Star Wars”. Passa a reunir também os filmes de X-Men, Fantastic Four.