Com as salas de cinema a fecharem em todo o mundo, os estúdios de Hollywood começam a vender os seus filmes digitalmente, em plataformas de streaming e em serviços Video On Demand, bastante mais cedo do que era habitual.

A Disney anunciou que, devido à pandemia da COVID-19, vai lançar mais cedo a sua recente produção da Pixar, “Bora Lá”, realizado por Dan Scanlon, chegando ao Disney+ no dia 3 de abril, nos EUA. No passado dia 15 de março, a Disney já tinha disponibilizado “Frozen 2 – O Reino do Gelo” (2019) na sua plataforma de streaming. O serviço Disney+, para já disponível nos EUA, Austrália e Nova Zelândia, está previsto chegar a alguns países europeus a 24 de março (Alemanha, Espanha, Itália, Irlanda, França e Reino Unido). Em julho de 2020, será lançado em Portugal, Bélgica e nos países nórdicos.

“Enquanto esperamos ansiosamente que o público desfrute dos nossos filmes novamente em breve, dadas as circunstâncias atuais, temos o prazer de lançar este filme divertido e aventureiro nas plataformas digitais”, disse o realizador, Dan Scanlon, em comunicado.

“Bora Lá”, que estreou nas salas de cinema no início de março (dia 5 em Portugal, tendo sido visto por mais de 40 mil espectadores), é um dos muitos filmes que estão a ser estreados, ou que vão ser, atualmente online, de forma a compensar o encerramento de cinemas em todo o mundo.

A Disney vai também disponibilizar online o filme “Star Wars: Episódio IX – A Ascensão de Skywalker” (2019), mais cedo do que estava previsto.

Outros estúdios de Hollywood estão a fazer o mesmo na forma de distribuir e exibir os seus filmes. A Paramount vai lançar mais cedo “Sonic: O Filme” (2020), de Jeff Fowler, nas plataformas de streaming, estando disponível no dia 31 de março, e estará em 4K Ultra HD, Blu-ray, DVD e On Demand a 19 de maio.

A Universal Pictures já tinha anunciado na semana passada que ia lançar no dia 10 de abril o filme de animação “Trolls: Tour Mundial”, “Emma”, “​​The Invisible Man” e “The Hunt” em simultâneo nas salas de cinema e em plataformas de streaming.