"É o Amor" (2013)_1Depois do sucesso internacional de “Sangue do Meu Sangue” (2011), o cineasta João Canijo tem já agendada a estreia do seu recente filme, “É o Amor”, para o dia 25 de abril por todo o país, embora a sua estreia oficial decorra a 19 de abril no Indie Lisboa 2013. “É o Amor”, que é um misto entre documentário e ficção escrito por Canijo e a atriz Anabela Moreira, é uma versão mais extensa da curta-metragem “Obrigação”, criada no âmbito do Curtas Vila do Conde 2012. Com a produção da Midas Filmes e com o apoio do Curtas-Metragens de Vila do Conde, o filme irá mais tarde ser transmitido na RTP em dois episódios.

 

Segundo João Canijo na sua nota de itenções: “este filme é sobre duas mulheres que têm duas maneiras muito diferentes de corresponder à confiança que lhes é dada e pedida. Porque, para além do retrato das mulheres das Caxinas, este é um filme sobre uma amizade que nasce entre duas mulheres muito diferentes: a mestra Sónia e a actriz Anabela. Sónia é a mestra escolhida para protagonizar o filme, Anabela é a actriz que se infiltra no seu meio para descobrir uma personagem das Caxinas”.

 

Em Caxinas, freguesia de pescadores em Vila do Conde, cidade do Norte de Portugal, a relação entre a mulher e o pescador funda-se numa confiança vital, numa dependência recíproca e total para a sobrevivência da família. Porque a mulher confia e depende do pescador para ganhar a vida, e o pescador confia e depende da mulher para governar a vida. Neste filme acompanhamos um grupo de mulheres das Caxinas no seu dia-a-dia, no trabalho quotidiano e com a família. Com a ajuda de uma actriz que se torna mais uma entre as mulheres das Caxinas.

 

"É o Amor" (2013) - poster