O filme “América”, de João Nuno Pinto, é um dos 45 selecionados para os prémios da Academia Europeia, os mais importantes prémios cinematográficos europeus. No dia 5 de novembro, no Festival de Cinema de Sevilha, serão conhecidos os finalistas para as nomeações aos galardões atribuídos pela Academia Europeia de Cinema.

 

“América” é uma reflexão irónica sobre o Portugal contemporâneo através do olhar da imigração ilegal. Estreou em Portugal a 26 de Maio, tendo sido visto apenas por 1500 espectadores, ocupando a oitava posição dos filmes nacionais mais vistos este ano. O filme, produzido pela Ukbar Filmes, passou por diversos festivais como São Paulo, Sofia (vencedor do Prémio de Melhor Realizador), Huelva, Rio, India e Indie Lisboa 2011 (onde recebeu o Prémio Melhor Imagem). Para além de Portugal, estreou recentemente em Espanha (Madrid, Barcelona, Gerona, Bilbao, San sebastián, Málaga, Valladolid e Valencia).

 

Este é o único filme português que foi selecionado, entre os 45 que  foram selecionados pelos 2.500 membros da Academia presidida por Wim Wenders, tendo que competir com alguns dos melhores filmes europeus de 2010 e 2011 como, “O Artista” de Michel Hazanavicius (França), “Habemus Papam” de Nanni Moretti (Itália), “In a Better World” de Susanne Bier (Dinamarca), “O Discurso do Rei” de Tom Hooper (Reino Unido), “Melancholia” de Lars von Trier (Dinamarca), “Pa Negre” de Agustí Villaronga (Espanha), “La Piel Que Habito” de Pedro Almodóvar (Espanha), “O Cavalo de Turim” de Béla Tarr (Hungria) e “We Need to Talk About Kevin” de Lynne Ramsay (Reino Unido), entre outros.

 

A cerimónia da 24ª edição do European Film Awards (Prémios do Cinema Europeu) irá realizar-se no dia 3 de dezembro, em Berlim.