Mais uma vez o Cinema 7ª Arte faz a habitual retrospectiva cinematográfica anual, a poucos dias de terminar o ano de 2015. A colheita de filmes deste ano é boa, ficando para a posteridade obras como por exemplo, “As Mil e Uma Noites” de Miguel Gomes, “Montanha” de João Salaviza, “Phoenix” de Christian Petzold, “A Juventude” de Paolo Sorrentino, “Minha Mãe” de Nanni Moretti, “Mad Max: Estrada da Fúria” de George Miller, “Star Wars: O Despertar da Força” de J.J. Abrams, “Birdman” de Alejandro González Iñárritu e “Divertida-Mente” de Pete Docter e Ronnie Del CarmenEstes foram também os filmes mais badalados do ano. Fazemos agora uma retrospectiva do que mais relevante aconteceu no Mundo da 7ª Arte:

No Mundo da 7ª Arte em 2015 foi assim…

  • Em 2015 vimos partir grandes nomes do cinema, como por exemplo: Manoel de Oliveira (realizador), Stewart Stern (argumentista), Anita Ekberg (atriz), Christopher Lee (ator), Ron Moody (ator), James Horner (compositor), Omar Sharif (ator), Chantal Akerman (realizadora), Maureen O’Hara (atriz), António Gaio (fundador do Cinanima), José Fonseca e Costa (realizador), Setsuko Hara (atriz) e Dickie Moore (ator).
  • 2015 foi também o ano marcante pelo regresso das duas grandes sagas que marcaram o Cinema: Star Wars e Mad Max. Enquanto que “O Despertar da Força” bateu praticamente todos os recordes de bilheteira durante a estreia (recordes esses que eram posse de “Jurassic World”, também deste ano) e colocou os fãs em delírio por trazer Leia, Luke, Han e Chewbacca de volta ás grandes telas, “Estrada de Fúria” foi o mais-que-surpreendente regresso de George Miller ao Universo Distópico que o próprio tinha criado há mais de trinta anos na sua nativa Austrália. E se é verdade que Mel Gibson não regressou ao papel que lhe abriu as portas de Hollywood, Tom Hardy, o seu substituto, não podia ter sido um melhor substituto para o papel.
  • Dentro do lado mais “Super-Herói”, bastaram alguns trailers para pôr milhões de fans em rebuliço;  “Batman V Superman: Dawn of Justice” veio para mostrar a futura batalha entre o cavaleiro negro de Gotham e o mais famoso de todos os super-heróis; “Captain America: Civil War” irá colocar todos os heróis do Universo Cinemático da Marvel uns contra os outros;  “Suicide Squad” irá trazer os vilões da DC (Joker incluído) e transforma-los em protagonistas e “Deadpool” mostra-se também no seu primeiro trailer, prometendo fazer justiça à personagem depois das abominações em que foi submetido em “X-Men Origins: Wolverine”.
  • E já que falamos de assuntos mais ligados ao ‘Lado Nerd’ da Cultura Pop (expressão utilizada com muito carinho) não podemos deixar e destacar o falecimento de duas das personalidades mais queridas pelos fans: Leonard Nimoy, o Senhor Spock de “Star Trek” e também de Wes Craven, o homem que adorava assustar o público e que será eternamente recordado por “The Hills have Eyes”, “Last House on the Left”, “Scream” e “Nightmare on Elm Street”.
  • Taylor Swift foi a figura internacional mais pesquisada do Google a nível mundial em 2015. “Mundo Jurássico” foi o filme mais pesquisado, enquanto que “Mad Max: Estrada da Fúria” ocupa o 10º lugar dos filmes mais pesquisados na Google.
  • Em 2015 comemorou-se o centenário do nascimento do cineasta Orson Welles e do ator e cantor Frank Sinatra.
  • “As Mil e Uma Noites” de Miguel Gomes foi sem dúvida o filme português mais badalado do ano. Desde a sua estreia no Festival de Cannes até ao final do ano de 2015, que os três volumes (“O Inquieto”O Desolado” e O Encantado”) de “As Mil e Um Noites” mereceram destaque na imprensa e em festivais de cinema. Crítica e público, nacional e internacional, têm aplaudido uma das obras do cinema português mais arriscadas e originais dos últimos anos. Este é um retrato fiel de um país que vive socialmente desesperado.
  • Segundo os dados do ICA (Instituto do Cinema e do Audiovisual), até novembro de 2015, e face ao período homólogo do ano anterior, registou-se uma subida na receita bruta e no número de espectadores nas salas de cinema em Portugal de 20,3% e 21,2%, respectivamente. Enquanto que em 2014 se registaram 12.090.667 espectadores, em 2015 (ano que ainda não terminou) conta já com 12.872.009 espectadores.
  • Segundo o ICA, “Mínimos” foi o filme mais visto até 30 de novembro, com 936,499 espectadores. Em 2º lugar da tabela ficou o filme “Velocidade Furiosa”, com 832,438 espectadores. “O Pátio das Cantigas”, de Leonel Vieira, foi o filme português mais visto entre janeiro e novembro de 2015, com 606,316 espectadores. O que faz dele o terceiro filme mais visto do ano, segundo o ranking dos 10 filmes mais vistos do ano. “O Leão da Estrela” ocupa o segundo lugar do ranking dos filmes nacionais estreados em 2015, com cerca de 123 mil espectadores. “Capitão Falcão” e “As Mil e Uma Noites: Volume 1, O Inquieto” ocupam o terceiro (com 27 mil espectadores) e quarto (com 128 mil espectadores) lugar respectivamente.

 

No Cinema 7ª Arte…

Os 5 Artigos mais lidos:

1. Óscares 2015: Nomeados

2. Óscares 2015: Vencedores

3. CineConchas 2015: Programa

4. Cinema Fora do Sítio 2015: Programa

5. Trailer do remake de “O Leão da Estrela”

As 5 Críticas mais lidas:

1. «Olhos Grandes» – A verdade na mentira

2. «A Teoria de Tudo» – Um génio, uma mulher e a doença

3. “Homem-Formiga” – O herói mais pequeno acaba por ser o maior!

4. «Sniper Americano» – Propaganda americana assumida

5. «Whiplash – Nos Limites» – Obsessões fortes

As 5 Palavras mais pesquisadas:

1. oscares 2015

2. cineconchas 2015

3. globos de ouro 2015

4. homem formiga

5. cinema fora do sitio 2015