Quentin Tarantino regressa ao festival onde já foi feliz, 25 anos depois da Palma De Ouro do Festival de Cannes com Pulp Fiction”, o realizador norte-americano de 56 anos está em estado de graça:

“Casei há seis meses. Nunca tinha feito isso e agora já sei… Agora já sei porquê. Estava à espera da mulher perfeita. Para dizer a verdade, estou agora a aperceber-me e não tenho… Não tenho a soma no fundo, porque ainda estou a adicionar as equações deste momento”, enalteceu Quentin Tarantino aos jornalistas.

No filme que Tarantino traz ao festival francês também há um casal, mas que vê a vida interrompida. Sharon Tate, mulher de Roman Polanski, é assassinada pela seita de Charles Manson: um caso real num filme de ficção, que vai buscar muito à realidade de Hollywood em 1969, através de um ator e do seu duplo.

Leonardo DiCaprio e Brad Pitt já tinham trabalhado com Quentin Tarantino mas foi a primeira vez que os atores contracenaram.

“Estranhamente, identifiquei-me com a personagem de imediato. Não sei. Cresci neste ramo, conheço a cidade, muitos amigos meus são actores e sei que é difícil arranjar trabalho. Sei a sorte que tive por estar no sítio certo á hora certa”, disse Leonardo DiCaprio, um dos protagonistas do filme, numa entrevista recente.

“Era uma vez em… Hollywood”, rodado em 35mm, presta homenagem a uma era de mudança no cinema. 50 anos depois, também se está a assistir a uma mudança de paradigma:

“Está sempre a mudar e estamos agora a passar por uma mudança fundamental com os serviços de streaming. Falamos muitas vezes disso. Estou curioso por ver onde vai parar o cinema. Vamos continuar a ter a grande experiência comunitária ou vamos transitar para uma experiência individual graças ao streaming? O lado positivo disso é que vemos muitos mais projectos a serem realizados, coisas muito interessantes”, enfatizou Brad Pitt, um dos protagonistas do filme, no rescaldo do festival.

Depois de uma ovação de sete minutos e de bem recebido pela crítica em Cannes, o filme de Quentin Tarantino pode fazer história no festival que termina este sábado.

“Era uma vez em… Hollywood” de Quentin Tarantino estreia em Portugal dia 8 de agosto.