“50/50”

de Jonathan Levine

EUA – Comédia – 2011

Sinopse: Adam é jovem escritor de programas de rádio, a quem é diagnosticado um raro caso de cancro. Com a ajuda do seu melhor amigo, da sua mãe e duma jovem médica, Adam vai descobrir o que a vida tem de mais importante.

“A Coisa”

de Matthijs van Heijningen Jr.

EUA – Terror – 2011

Sinopse: Antárctica, um continente extraordinário de peculiar beleza. É também abrigo para um recôndito posto avançado, onde uma descoberta científica cheia de possibilidades se torna numa missão de sobrevivência, quando uma equipa de cientistas internacionais desenterra um extraterrestre. A criatura que altera a sua forma liberta-se acidentalmente neste campo isolado, tendo a capacidade de se transformar numa réplica perfeita de qualquer ser humano. Por fora é igual a qualquer um de nós, mas por dentro é tudo menos humano.

“Isto não é um filme”

de Jafar Panahi, Mojtaba Mirtahmasb

Irão – Documentário – 2010

Sinopse: Reconhecido como um dos mais importantes realizadores da actualidade , Jafar Panahi – cujos filmes examinam de forma crítica a realizade social do Irão – foi preso em sua casa em Março de 2010 e condenado a 6 anos de prisão em Dezembro do mesmo ano. Foi ainda proibido de fazer filmes durante os próximos 20 anos. Em prisão domiciliária e impossibilitado de filmar, Panahi decide “contar” um filme em vez de o “fazer”. O resultado é um filme espantoso e comovente sobre o poder do cinema, sobre a censura, e sobre a liberdade de expressão.

“Offside”

de Jafar Panahi

Irão – Comédia – 2006

Sinopse: Quem é aquele rapaz estranho que se senta, sossegado, no canto de um autocarro cheio de adeptos aos gritos a caminho do jogo de futebol? Na realidade, o rapaz tímido é uma rapariga disfarçada. Não está sozinha: no Irão, as mulheres também adoram futebol. Antes do jogo começar, é detida à entrada e colocada no interior de uma cerca mesmo ao lado do estádio juntamente com um bando de outras mulheres todas vestidas como homens. Serão todas entregues à polícia de costumes depois do jogo. Mas, antes disso, serão torturadas! Terão de suportar todos os cânticos, todos os gritos de um jogo que não podem ver. Pior ainda, terão de ouvir relato da boca de um soldado que nada percebe de futebol. Ainda assim, estas jovens não desistem. Utilizam todos os truques possíveis e imaginários para ver o jogo.

“Os Encantos do 6º Andar”

de Philippe Le Guay

França – Comédia – 2010

Sinopse: Paris, anos 60. Jean-Louis Joubert, um rigoroso corretor da bolsa e pai de família dedicado, descobre que um grupo jovial de espanholas reside… no 6º andar do seu prédio burguês. Maria, a jovem que trabalha em sua casa, ajuda-o a descobrir um universo exuberante e folclórico, um ambiente totalmente oposto aos modos austeros reinantes no seu meio. Tocado por estas mulheres cheias de vida, ele solta-se e vive com emoção os prazeres mais simples, pela primeira vez. Mas será que podemos realmente mudar a vida aos 45 anos?

“Puro Aço”

de Shawn Levy

EUA – Ficção Cientifica – 2011

Sinopse: Uma viagem que nos transporta para um futuro próximo onde o boxe abraça a tecnologia e que tem como estrela principal Hugh Jackman no papel de Charlie Kenton, um ex-pugilista que perdeu a sua oportunidade de ganhar o título quando robôs gigantes tomaram conta do ringue. Charlie, é agora um insignificante promotor de combates que sobrevive a arranjar, peça a peça, robôs já descartados que posteriormente utiliza em combates ilegais. Quando já pouco ou nada resta da sua dignidade, Charlie, relutantemente, junta-se ao seu filho Max, em cuja vida nunca esteve presente, para construir e treinar um verdadeiro campeão. Quando, na brutal e implacável arena é elevada a fasquia, Charlie e Max, contra todas as expectativas, encontram ali a sua última chance para um regresso apoteótico.