Ontem foi um dia lúgubre para o cinema japonês, mas também para o Cinema. A atriz Kirin Kiki faleceu aos 75 anos em sua casa no bairro de Shibuya, Tóquio. Sabe-se que a atriz tinha cancro, embora não se conheça ainda a causa de morte.

Kirin Kiki era o pseudónimo de Keiko Uchida, que nasceu em Tóquio em 1943, foi casada com a cantora de rock Yuya Uchida e sogra do ator Masahiro Motoki, que colaborou com Takashi Miike em “The Bird People in China“, entre outros. Kiki venceu dois prémios para melhor atriz da Academia Japonesa de Cinema.

Kirin Kiki era talvez mais conhecida por cá graças à sua colaboração frequente com Hirokazu Koreeda, um dos cineastas nipónicos mais importantes da atualidade. “Shoplifters“, filme vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes 2018 e assinado por Koreeda, foi o seu penúltimo filme. Para além deste, no entanto, colaborou ainda em “Andando“, “Tal Pai, Tal Filho“, “O Meu Maior Desejo“, todos filmes de Koreeda, e, ainda, em filmes de Naomi Kawase, sendo o mais recente “Uma Pastelaria em Tóquio“.

Recordamo-la com uma das nossas cenas favoritas de “Andando“.