FEST 2012: Arranca hoje com o indie norte-americano “The Dynamiter”

Arranca hoje o 8º FEST – Festival Internacional de Cinema Jovem de Espinho que contará até ao dia 8 de julho com 90 filmes de 20 países em competição. O certame abre com um dos filmes mais aclamados de sempre do cinema indie norte-americano, “The Dynamiter”, de Matthew Gordon, às 21h30 na Sala Tempus, Centro Multimeios.

 

Em “The Dynamiter” seguimos a história de Robbie Hendrick, um jovem de 14 anos cujo maior desejo na vida é criar um seio familiar mais saudável. No entanto, à medida que mais um verão no Mississípi se inicia, a sua mãe desaparece como é habitual, deixando-o sozinho a tomar conta do meio-irmão mais novo, Fess. Com os dias e noites a prolongarem-se sem que a mãe chegue, e com o perigoso regresso de Lucas, o irmão mais velho, Robbie é obrigado a confrontar-se com o facto de que o seu desejo poderá não ser mais do que uma ilusão.

 

Este retrato sensível da inocência perdida da América profunda estreou no Festival de Cinema de Berlim e tem vindo a conquistar a crítica, tendo inclusivé recebido nomeações para o prémio de melhor Cinematografia e para o famoso Prémio John Cassavetes nos Independent Spirit Awards.

 

“The Dynamiter” é uma das dez longas em competição, todas primeiras obras de jovens realizadores, que incluem trabalhos diversos, sendo eles, “7 sex 7”, “About the Pink Sky”, “The Tunnel”, “Volcano”, “Paradise Lost”, “The Victim”, “170 Hertz”, “The Whirlpool”.

 

Para o FEST Training Ground 2012 estão já confirmados vários especialistas da indústria cinematográfica, tais como:

– Fernando Trueba – realizador espanhol vencedor de 1 Óscar e 9 Goyas (“Belle Epoch”, “Chico y Rita”),

– Tom Stern – director de fotografia ligado ao trabalho de Clint Eastwood (“Gran Torino”, “Mystic River”),

– Martin Walsh – Editor vencedor de um Óscar (“Chicago”, “V for Vendetta”),

– Kjartan Sveinsson – Teclista dos Sigur Ròs e compositor de bandas sonoras (“127 Horas”, “Ondine”)

– Laurence Bennet – Designer de Produção e director artístico de “O Artista”

 

Com um programa mais arrojado, quer em qualidade, quer em quantidade, a 8ª edição promete ser uma das melhores de sempre.

 

Mais informação em www.fest.pt

Fonte: FEST