pinoquio-matteo-garrone-2020-3

Festa do Cinema Italiano 2020: Arranca hoje em formato físico e online

Arranca hoje a 13.ª edição da Festa do Cinema Italiano, em Lisboa, até dia 12 de novembro, em formato presencial no Cinema São Jorge, no UCI El Corte Inglés, e na Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, e em versão online, na plataforma de streaming Filmin.

Coube à nova versão do clássico de Carlo Collodi realizada por Matteo Garrone, “Pinóquio”, ser o filme de abertura da 13.ª edição, no Cinema São Jorge. 

“Pinocchio”, um dos filmes mais esperados do ano, é uma coprodução entre França e Itália, que conta no elenco com Roberto Benigni no papel de Geppetto, Federico Ielapi, Gigi Proietti, Rocco Papaleo, Massimo Ceccherini, Matilda De Angelis, Alida Baldari Calábria, Alessio Di Domenicantonio, Maria Pia Timo e Davide Marotta.

O filme conta a história do mais famoso boneco de madeira que deseja ser um menino de verdade. Considerado um dos realizadores mais interessantes do novo cinema italiano (“Gomorra”, “Dogman”, “O Conto dos Contos”), Matteo Garrone volta ao clássico da literatura infantil, mantendo as tintas sombrias do original “As Aventuras de Pinóquio”, do escritor Carlo Collodi. A nova adaptação live-action de “Pinóquio” vai estrear nas salas de cinema nacionais a 5 de novembro.

A sessão de encerramento conta com a antestreia de “Às Coisas que nos Fazem Felizes”, de Gabriele Muccino, um filme sobre a amizade e o amor desenvolvido ao longo de várias décadas, lembrando a melhores obras de Ettore Scola e com grandes interpretações de Pierfrancesco Favino, Kim Rossi Stuart, Micaela Ramazzotti e Claudio Santamaria. A sessão de encerramento realiza-se no dia 12 de novembro, no Cinema São Jorge, em Lisboa, e no Cinema Trindade, no Porto.

Este ano, o festival, em parceria com a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, assinala os 100 anos do nascimento de Federico Fellini, através de uma restrospectiva integral do grande mestre do cinema italiano. Uma oportunidade única para ver a filmografia completa, desde os clássicos às obras inéditas como programas de televisão e o filme com Wes Anderson dedicado ao realizador italiano. O convidado de honra desta retrospetiva será o jornalista, realizador e assistente de Fellini, Gianfranco Angelucci, um dos mais respeitados especialistas e divulgadores da obra do mestre de Rimini.

Em estreia nacional e exclusivamente na Filmin, “Ricordi?” (2018), de Valerio Mieli. Triplamente premiado no Festival de Veneza, com Luca Marinelli e Linda Caridi, o filme retrata uma relação amorosa dissecada através de lembranças. Do conjunto de títulos que a Filmin partilhará com a Festa, destaca-se o galardoado regresso de Ferzan Özpetek, com “La dea fortuna” (2019), notável drama centrado em Arturo e Alessandro, um casal a viver o crepúsculo da sua relação; “Il campione”(2019) de Leonardo D’Agostini, uma comédia acerca de um volátil futebolista e o seu tutor; e “Cosa Ci dice il cervello” (2019), uma comédia satírica com Paola Cortellesi a ser mãe, amiga, agente secreta e mulher não convencional.

“Os filmes estão disponíveis para aluguer individual a 3,95€ durante uma semana após a data de estreia no festival, com a exceção de Ricordi?, que entra no catálogo de subscrição sem custos adicionais para os assinantes de Filmin, e continuará disponível também depois da edição online da Festa.”

A Festa do Cinema Italiano estende-se por mais 16 salas de cinema portuguesas: Cascais (5-8 novembro, O Cinema da Villa), Porto (5-12 novembro, Cinema Trindade), Setúbal (5-8 novembro, Cinema Charlot), Alverca do Ribatejo (6-7 novembro, Teatro-Estúdio Ildefonso Valério), Penafiel (7-8 novembro, Cinemax), Beja (10-12 novembro, Pax Júlia Auditório Municipal), Coimbra (10-12 novembro, TAGV), Caldas da Rainha (11-13 novembro, CCC), Viseu (17-20 novembro, Auditório IPDJ), Tomar (17-21 novembro, Cine-teatro Paraíso) Loulé (13-15 novembro, Auditório do Solar da Música Nova), Almada (25-29 novembro, Auditório Fernando Lopes-Graça), Ponta Delgada (27-29 novembro), Angra do Heroísmo (1-4 dezembro), Graciosa (sem datas).

Panorama
Pinocchio, de Matteo Garrone
Gli anni più belli, de Gabriele Muccino
Il campione, de Leonardo D’Agostini
Figli, de Giuseppe Bonito
Ma cosa ci dice il cervello, de Riccardo Milani
L’immortale, de Marco d’Amore
10 giorni senza mamma, de Alessandro Genovesi
La dea fortuna, de Ferzan Özpetek
Un figlio di nome Erasmus, de Alberto Ferrari
Favolacce, de Damiano e Fabio D’Innocenzo
Momenti di trascurabile felicitá, de Daniele Luchetti
L’uomo del labirinto, de Donato Carrisi

Sessões Especiais
Palladio, de Giacomo Gatti
Bernini, de Francesco Invernizzi
Io, Leonardo, de Jesus Garces Lambert
Paolo Conte via con me, de Giorgio Verdelli
Il peccato – Il furore di Michelangelo, de Andrei Konchalovsky
Bangla, de Phaim Bhuiyan
Caro Diario, de Nanni Moretti

Programa de filmes na FILMIN:

Longas-metragens
La dea fortuna, Ferzan Özpetek
Cosa ci dice il cervello, Ricardo Milani
Il campione, Leonardo D'Agostini
10 giorni senza mamma, Alessandro Genovesi
Un figlio di nome Erasmus, Alberto Ferrari
Palladio – O Espetáclo da Arquitectura, Giacomo Gatti
Bernini – O Êxtase da Forma, Francesco Invernizzi
Beautiful Things, Giorgio Ferrero e Federico Biasin
Ricordi?, Valerio Mieli
Caro Diario, Nanni Moretti
Palobmella Rossa, Nanni Moretti

Fellini 8 e ½, Federico Fellini
La Dolce Vita, Federico Fellini
La Strada, Federico Fellini
Os Inúteis, Federico Fellini
Julieta dos Espíritos, Federico Fellini
A Voz da Lua, Federico Fellini

Curtas-Metragens
Destino, Bonifacio Angius
Lunedì, Massimo Fallai
Quando la banda passò, Maurizio Forcella
Leila, Michele Capuano

Fonte: Festa do Cinema Italiano