Festival Política 2024: Regressa a Braga com estreia nacional do filme “Onde Está o Zeca?”, de Tiago Pereira

O Festival combina cinema, performances, música, humor, exposições e conversas de entrada gratuita.
"Onde Está o Zeca?" (2024), de Tiago Pereira "Onde Está o Zeca?" (2024), de Tiago Pereira
"Onde Está o Zeca?" (2024), de Tiago Pereira

Depois de ter passado três dias por Lisboa, o Festival Política regressa a Braga para ocupar o Centro de Juventude, de 2 a 4 de maio, com 23 atividades com a “Intervenção” como tema central da programação.

A edição de Braga conta a estreia nacional do documentário “Onde Está o Zeca?”, um filme de Tiago Pereira com Abel Andrade e um conjunto de amigos, uma coprodução entre A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria e o Festival Política.

O filme é dedicado ao cantautor Zeca Afonso, “mas também à lenda e ao mito que se tornou depois da sua morte, num país que o celebra como símbolo da revolução da liberdade.”

O documentário conta com a intervenção de dezenas de artistas, como Gil DionísioCantares de Alcáçovas, B. FachadaA Garota Não, Luca Argel, CapicuaFado Bicha, Pierre Aderne, Joana Negrão, Coro dos AnjosPedro Silva Martins ou Francisco Fanhais.

“Onde Está o Zeca?” apresenta-se como uma forma de assinalar o aniversário dos 50 anos do 25 de Abril, num reconhecimento de tudo aquilo que ainda falta fazer.

Acima de tudo, este filme não é sobre a palavra de um ‘messias’, mas antes uma reflexão sobre a necessidade de se humanizar: a liberdade nunca pode ser um espaço que desumaniza, porque se assim for perdemos tudo”, explica o realizador Tiago Pereira.

O filme quer questionar a herança deixada por Zeca Afonso. “Quando se pergunta onde é que ele está, de certa forma fica no ar a reflexão que o filme precisa. Qual é o mito que cada um de nós construiu sobre esta figura?”, aponta Tiago Pereira.

A programa completo do Festival Política será divulgada no dia 23 de abril em conferência de imprensa a acontecer no Centro de Juventude de Braga. O Festival Política terá ainda edições em Loulé (outubro) e em Coimbra (novembro).

Skip to content