Festroia 2012: Vencedores

Terminou hoje a 28ª edição do Festroia – Festival Internacional de Cinema de Setúbal, que contou com uma programação de 180 filmes, com a cerimónia de entrega dos prémios, no Fórum Luísa Todi, que contou ainda com uma homenagem à atriz Alexandra Lencastre. Depois de ter vencido três prémios no Festival de Berlim 2012, entre eles o Prémio do Público na secção Panorama, “A Parada” de Srdjan Dragojevic venceu hoje também o Prémio do Público e o Golfinho de Ouro (Melhor Filme) no Festroia. “Porto Nu” da Finlândia, realizado por Aku Louhimies, venceu os prémios de Melhor Atriz (Amanda Pilke), Melhor Fotografia (Tuomo Hutri) e o Prémio Cicae. O prémio de Melhor Realizador (Golfinho de Prata) foi para a Croácia, para Branko Schmidt, por “Canibal Vegetariano” (atual candidato oficial da Croácia ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2013).

 

Melhor Filme – Golfinho de Ouro

A Parada, de Srdjan Dragojevic (Servia/Croácia/Macedónia/Montenegro/Eslovénia)

Prémio Especial do Júri – Golfinho de Prata

Crulic, de Anca Damian (Roménia/Polónia)

Melhor Realizador – Golfinho de Prata

Branko Schmidt, por Canibal Vegetariano (Croácia)

Melhor Ator – Golfinho de Prata

Max Hubacher, em Adotado (Suíça)

Melhor Atriz – Golfinho de Prata

Amanda Pilke, em Porto Nu (Finlândia)

Melhor Argumento – Golfinho de Prata

Olivier Ringer e Yves Ringer, por Às Escondidas (Bélgica)

Melhor Fotografia – Golfinho de Prata

Tuomo Hutri, por Porto Nu (Finlândia)

 

Prémio do Público

A Parada, de Srdjan Dragojevic (Servia/Croácia/Macedónia/Montenegro/Eslovénia)

Prémio Homem e a Natureza

Pequeno Céu, de Lieven Corthouts (Bélgica)

Prémio Primeiras Obras

A Gralha, de Boudewijn Koole (Paises Baixos)

Menção Especial

Os Dias que Restam, de Pia Streitmann (Alemanha)

Prémio FIPRESCI

Boa Noite, Menina, de Metod Pevec (Eslovénia/Croácia)

Prémio Signis

Às Escondidas, de Olivier Ringer (Bélgica)

Prémio Cicae

Porto Nu, de Aku Louhimies (Finlândia)

Prémio Mário Ventura

7 da Sorte, de Claudia Heindel (Alemanha)