Filme com Jennifer Lopez banido na Malásia

O último filme da realizadora norte-americana Lorene Scafaria, Ousadas e Golpistas (2019), foi banido das salas de cinema da Malásia devido ao seu “conteúdo obsceno excessivo.

A polémica obra foi classificada pelo conselho de censura do país asiático como sendo um desfile de nudez e erotismo, tendo a decisão sido confirmada e partilhada pelo distribuidor internacional do filme, a Squarebox Pictures, na sua conta oficial da rede social Instagram.

Contudo, esta não é a primeira longa-metragem a ser censurada pelo governo da Malásia, sendo que constam nesta lista negra filmes como Alien: Covenant (2017), Cisne Negro (2010), Mães à Solta (2016), As Cinquenta Sombras de Grey (2015), e até mesmo o conto da Disney A Bela e o Monstro (2017), sendo que este último foi apontado por ter referências homossexuais, mas acabou por ser exibido na íntegra mais tarde. De relembrar que no início deste ano, o filme biográfico do cantor britânico Elton John, Rocketman”, realizado por Dexter Fletcher (Eddie, a Águia, 2015), foi também censurado devido às cenas de sexo gay.

Segundo a sinopse do IMDB, “Ousadas e Golpistas” é inspirado num artigo da New York Magazine, que retrata uma equipa de ex-funcionários de um clube de strip-tease que se unem para dar a volta aos seus clientes de Wall Street. O elenco do filme é composto pela cantora e atriz Jennifer Lopez (A Cela”, 2000), e pelas atrizes Constance Wu (Asiáticos Doidos e Ricos”, 2018), Julia Stiles (Guia para um Final Feliz, 2012), Mette Towley (Cats”, 2019), entre outras e outros actores.

O filme chega às salas de cinema portuguesas no dia 26 de setembro de 2019.

Skip to content