Mato Seco em Chamas © TerraTreme

Filmes portugueses premiados no Cinema du Réel: “Mato Seco em Chamas” e “Domy + Ailucha – Cenas Kets!”

Foram anunciados, no passado dia 19, os premiados da 44ª edição do reputado festival francês, Cinema du Réel – Festival International du film documentaire.

A longa metragem “MATO SECO EM CHAMAS“, realizada pela portuguesa Joana Pimenta e o brasileiro Adirley Queirós e co-produzida pela TERRATREME Filmes acaba de ser distinguida com o Grande Prémio da Competição Internacional do festival Cinema du Réel – Festival International du film documentaire que se realiza em Paris. Co-produzido com a produtora brasileira Cinco da Norte, este filme teve a sua estreia internacional na Berlinale 2022, realizada no passado mês de fevereiro e trabalha entre as realidades das vidas de Léa, Chitara e Andreia na Ceilândia, periferia de Brasília, e o seu negócio de venda de petróleo, encontrado em oleodutos sob a cidade.

Mato Seco em Chamas
© TerraTreme

A curta metragem “DOMY + AILUCHA – CENAS KETS!“, de Ico Costa foi reconhecida com o Prémio Tënk no mesmo festival. Um filme filmado em Moçambique, onde o realizador tem produzido os seus últimos filmes, também co-produzido pela TERRATREME Filmes, La Belle Affaire e Oblaum. Este é o segundo prémio do realizador neste festival, depois de “NYO VWETA NAFTA” ter sido considerada a melhor curta metragem no Cinéma du Réel em 2017.

 

Skip to content