O cineasta suíço Francis Reusser morreu hoje, dia 10 de abril, aos 77 anos, devido a uma doença prolongada. Nascido em Vevey em 1942, começou a sua longa carreira como realizador em 1966, com o filme “Antoine et Cléopâtre”.

Reusser, realizador de dezenas de filmes, incluindo várias adaptações de romances de Charles-Ferdinand Ramuz, como “Derborance” (1985) e “La Guerre dans le Haut Pays” (1998), recebeu vários prémios, sendo o mais notável o Leopardo de Ouro no Festival de Locarno, com o seu filme “Le Grand Soir” (1976).

No início desta semana, no seu direto para o Instagram, o cineasta Jean-Luc Godard falou sobre Reusser, comparando-o com o famoso pintor suíço Ferdinand Hodler, pois ambos têm “um pé na água e o outro nas montanhas”.

O arquivo nacional de filmes da Suíça prolongou a sua oferta gratuita do filme de Reusser “Seuls” (1981) em homenagem ao realizador e pode ser visto no site da Cinemateca Suíça aqui.